Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Dia do Turismo: Sobrelotação no centro é o grande problema
Terça, 27/09/2016

No Dia Mundial do Turismo, a directora dos Serviços de Turismo, Helena de Senna Fernandes, reconheceu que a concentração de visitantes no centro histórico continua a ser uma dor de cabeça para o Executivo. “Claro que temos de enfrentar o desafio de haver ainda muitas pessoas que se concentram apenas em uma ou duas zonas. Temos de continuar a lutar para introduzir diferentes zonas para as pessoas e também assim desviá-las dos locais de maior concentração”, afirmou esta manhã, no Terminal Marítimo do Porto Exterior, onde esteve a realizar actividades comemorativas.

 

Helena de Senna Fernandes disse que os serviços que lidera têm “vontade de resolver” a situação, mas “não está optimista” de que seja em breve. “Não depende só do Turismo (...) mas vamos continuar a lutar”, constatou.

 

De uma forma geral, a directora faz um balanço positivo do desempenho do sector turístico, realçando a concretização da política do Governo que visa uma estadia mais longa dos turistas em Macau. “Neste momento, claro que as condições e os resultados têm sido bastante positivos. Durante os últimos três meses, os números daqueles que pernoitam em Macau ou ficam mais do que um dia aqui são maiores. Também durante o mês de Agosto tivemos um resultado que é um número maior.”

 

Sobre o facto de o número de visitantes que chegam da China estar a diminuir, Helena de Senna Fernandes não se mostra preocupada. “O mais importante também é que pernoitem em Macau. Fazer os visitantes pernoitarem mais tempo e aumentar o número de visitantes internacionais são objectivos estabelecidos no início do ano. As evoluções dos diferentes mercados não podem estar sempre no mesmo ritmo, e por isso, temos de enfrentar e continuar a ver o nosso trabalho dentro da China e envidar mais esforços para que passem a noite em Macau.”