Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Mais de mil milhões para novo contrato da oficina do metro
Segunda, 26/09/2016

O Chefe do Executivo autoriza a celebração dos contratos com a Companhia de Engenharia e de Construção da China (Macau) para o parque de materiais e oficina do Metro Ligeiro e para o edifício Multifuncional do Governo no Pac On. Os despachos são publicados hoje em Boletim Oficial.

 

A obra ligada ao projecto do Metro Ligeiro tem um custo previsto de 1070 milhões de patacas e deverá ficar concluída em 2019. A maior fatia do encargo público será paga à construtora em 2017 quando a Administração planeia entregar 420 milhões de patacas. Em 2016 o encargo total será de 77 milhões, em 2018 de 350 milhões e em 2019 de 223 milhões.

 

A construção do parque de materiais, onde ficarão armazenadas as carruagens do metro, está bastante atrasada, devido a um longo diferendo entre o Governo e a empresa que venceu o primeiro concurso público para a empreitada. A rescisão contratual acabou por acontecer no ano passado.

 

Já o edifício Multifuncional do Governo deverá custar 278 milhões de patacas e prevê-se esteja concluído em 2018.

 

A Companhia de Engenharia e de Construção da China é, entre outros projectos, responsável pela construção das novas instalações das Oficinas Navais. Esteve também envolvida no caso das ETAR – um caso conexo ao do antigo secretário Ao Man Long.