Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Banca: Abílio Dengucho lamenta pouca participação lusa
Sábado, 24/09/2016

Abílio Dengucho, que liderou o BNU nas décadas de 1970, 1980 e 1990, lamenta que a presença portuguesa na banca em Macau seja reduzida. O antigo director-geral do Banco Nacional Ultramarino foi o convidado desta semana do programa Rádio Macau Entrevista, mostrando-se contra uma eventual venda do banco.

 

“Acho que seria um erro crasso e até um insulto à memória destes mais de cem anos que o BNU conta em Macau e ao passado do BNU”, afirma.

 

Abílio Dengucho lembra que a instituição, até antes do 25 de Abril, foi sempre um “banco que trabalhava com regras muito precisas e cegas”.

 

“Foi um banco que trabalhou sempre com um espírito de defesa do interesse do território. Isso para mim é indiscutível. Acho que os chineses o reconhecem”, acrescenta.