Em destaque

21 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.21 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Organizador do GP bate com a porta devido a atrasos
Sexta, 09/09/2016

A empresa Motor Race Consultants, que tem estado ligada à coordenação da Fórmula 3 no Grande Prémio de Macau desde 1983, bateu com a porta. Em causa estão atrasos na organização a cargo, pela primeira vez, do Instituto do Desporto, avança a revista Autosport.

 

Até ontem, os regulamentos da prova não tinham sido entregues e, hoje, é a data limite para as inscrições das equipas. Nos últimos anos, nota a Autosport, as normas costumavam ser divulgadas em Abril.

 

De acordo com a publicação, existem ainda problemas com o transporte de toda a logística associada à prova. Não foi escolhida uma empresa para garantir o serviço, o que faz com que os atrasos rondem os “dois meses”.

 

À Autosport, Barry Bland da Motor Race Consultants afirmou que a forma como o processo está a decorrer “não é muito satisfatória”. “Há muitas perguntas sem resposta”, acrescenta.

 

“Não quero colocar a nossa reputação em causa”, conclui Barry Bland.

 

O patrão da Prema Powerteam que, no ano passado, levou Felix Rosenqvist à segunda vitória na Fórmula 3 em Macau já reagiu a esta saída. René Rosin diz que recebeu um email de Barry Bland, esta semana, com a notícia de que abandonava a coordenação da prova. A reacção foi de “choque”.

 

A Rádio Macau já tentou obter uma reacção do Instituto do Desporto. Mas, até agora, não foi possível ter qualquer comentário à notícia da Autosport.