Em destaque

21 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.21 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Terrenos junto à AL vão acolher instalações do Fórum Macau
Segunda, 05/09/2016

O Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (Fórum Macau) vai ter instalações no novo projecto para os terrenos ao lado da Assembleia Legislativa.

 

A informação foi avançada pelo secretário para os Transportes e Obras Públicas, Raimundo do Rosário, na reunião do Conselho do Planeamento Urbanístico, esta tarde.

 

O plano do Governo de Macau para junto à Assembleia Legislativa passa por construir escritórios para o gabinete da secretaria para Economia e Finanças, um pavilhão de exposições e um centro de convenções.

 

É proposta uma altura de 18 metros, em harmonia com os edifícios circundantes, mas a maioria dos membros do Conselho do Planeamento Urbanístico discorda da altura. O secretário Raimundo do Rosário admite que 18 metros seja um valor que serve de base.

 

Os conselheiros defendem que a altura de construção devia ser mais elevada, pois é um desperdício, principalmente porque o Governo carece de instalações próprias para alojar os diversos serviços e está a pagar rendas muito altas no privado.

 

No âmbito das relações entre a China e a lusofonia, foram definidos três centros para o Fórum Macau, sendo que apenas um está já a funcionar, o Centro de Distribuição de Produtos Alimentares dos Países de Língua Portuguesa, faltando o Centro de Serviços Comerciais para as Pequenas e Médias Empresas da China e dos Países de Língua Portuguesa e o Centro de Convenções e Exposições para a Cooperação Económica e Comercial.