Em destaque

19 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.16 patacas e 1.12 dólares norte-americanos.

Revista de imprensa de Macau e Hong Kong (segunda-feira)
Segunda, 05/09/2016

A Uber, as eleições legislativas em Hong Kong e a cimeira do G20 em Hangzhou – são os temas fortes dos jornais desta segunda-feira.

 

Jornais de Macau em língua chinesa

 

Tanto o Ou Mun, como o Va Kio escrevem sobre o fórum da TDM ontem realizado, em que se debateu a questão da presença da Uber no território e a aplicação que a nova operadora de táxis vai disponibilizar aos clientes.

 

Canal chinês da Rádio Macau

 

A Ou Mun Tin Toi tem estado esta manhã a dar conta da actualização dos subsídios de invalidez – os novos valores são hoje publicados em Boletim Oficial. A emissora tem estado a acompanhar também as eleições em Hong Kong.

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

                         

O Jornal Tribuna de Macau escreve na manchete sobre a “Nova aplicação TaxiGo mas com táxis licenciados”. Referência para a entrevista à académica Inocência Mata: “Língua portuguesa ‘a perder poder’”.

 

“A idade do armário”, lê-se nas gordas do Hoje Macau, que hoje assinala 15 anos de existência. Em grande plano, as fundações: “Crescer sem lei”.

 

Quanto ao Ponto Final, elege para tema principal da edição os transportes e a manifestação de apoio à Uber, com o título “Marcha lenta”. Nota na capa para as eleições de Hong Kong – “Escrutínio mobilizou mais de metade do eleitorado”.

 

Jornais de Macau em língua inglesa

 

O Business Daily conta que o Parisian vai ter 150 mesas de jogo – 100 vão estar disponíveis no dia da abertura, a 13 deste mês, com as restantes 50 a serem autorizadas no espaço dos próximos dois anos. O económico chama à capa pelas eleições de Hong Kong e pela grande afluência às urnas.

 

Quanto ao Macau Daily Times, tem na manchete a marcha de apoio à permanência da Uber em Macau e o facto de a adesão ao protesto ter ficado aquém das expectativas. Noutro destaque, o músico João Caetano, nascido em Macau, que lançou o primeiro single com Bluey, músico de jazz.

 

Já o Macau Post Daily opta por preencher parte da primeira página com a cimeira do G20, que está a decorrer em Hangzhou.  O resto da capa faz-se com a actualidade local e os apelos deixados pela Associação de Amamentação de Macau.

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

 

Em foco no China Daily está a cimeira do G20 e a ideia de que, mais do que palavras, são necessárias acções para dinamizar a economia. O jornal oficial chinês escreve também sobre as eleições em Hong Kong, ao explicar que houve uma grande afluência às urnas, numa notícia que ilustra com uma fotografia do Chefe do Executivo, C.Y. Leung, a votar.

 

O South China Morning Post dá destaque precisamente ao facto de muitos eleitores não terem faltado ontem à chamada. Também a cimeira em Hangzhou está na primeira página do matutino: “Xi Jinping tenta mobilizar os líderes do G20 para a causa do crescimento económico em todo o mundo”.

 

Por último, o Standard, que tem igualmente como notícia principal da edição de hoje o facto de as eleições para o Conselho Legislativo, realizadas ontem em Hong Kong, terem sido as mais participadas de sempre desde a transferência de soberania, em 1997.