Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Revista de imprensa de Macau e Hong Kong (Quarta-feira)
Quarta, 27/07/2016

A data de abertura do Parisian no Cotai e a posição da Iniciativa de Desenvolvimento Comunitário, de Au Kam San,  que pede que o actual e o anterior secretário para as Obras Públicas e Transportes, Raimundo Rosário e Lao Si Io, sejam investigados pelos crimes de prevaricação e corrupção passiva são alguns dos destaques na imprensa de hoje.

 

Jornais de Macau em língua chinesa

O Ou Mun dá conta do caso de uma menina de dez anos de idade que perdeu os sentidos, em casa, na sequência de uma intoxicação com sulfureto de hidrogénio, uma substância presente em produtos para desentupir canos. Para além da rapariga, outras dez pessoas que moravam no edifício tiveram que ser evacuadas.  

 

No Jornal Va Kio, está em destaque a posição do Secretário Alexis Tam que veio a público rejeitar as críticas do Conselho do Planeamento Urbanístico. Elementos do Conselho queixaram-se que alguns grupos não tinham sido auscultados sobre o projecto. Alexis Tam emitiu um comunicado onde reiterou que a solução de reconstrução mereceu o apoio maioritário da população e que toda a sociedade teve oportunidade para expressar a sua opinião.

 

Canal Chinês da Rádio Macau

 Na Ou Mun Tin Toi e no programa Fórum Macau estiveram hoje em debate as muitas obras que estão em curso na cidade. Um elemento do Conselho do Planeamento Urbanístico, um engenheiro e um representante da União Geral da Associação dos Moradores alertaram para os muitos atrasos que se verificam nas obras realizadas na via pública e para o impacto na vida da população.

 

Jornais de Macau em Língua Portuguesa

“Facas e demónios” é a manchete do Hoje Macau sobre o caso do jovem japonês que matou 19 pessoas e esfaqueou mais de duas dezenas, nos subúrbios de Tóquio. As vítimas eram, na sua maioria, deficientes que viviam num centro de apoio onde o autor dos crimes já tinha trabalhado. O jornal destaca também que hoje é dia de perguntas ao Chefe do Executivo na Assembleia Legislativa: Habitação Pública, planeamento urbanístico, Lei de Terras e a criação de órgãos municipais, entre outros assuntos, vão ser o tema das questões dos deputados.

 

No jornal Ponto Final a manchete é dedicada à posição da Iniciativa de Desenvolvimento Comunitário, de Au Kam San, que numa carta ao Comissariado Contra a Corrupção pede que o actual e o anterior secretário para as Obras Públicas e Transportes, Raimundo Rosário e Lao Si Io, sejam investigados pelos crimes de prevaricação e corrupção passiva por falta de prontidão na recuperação de terrenos cujo prazo de aproveitamento já caducou.

 

“Construtores queixam-se da Lei de Controlo de Ruído” é a manchete do Jornal Tribuna de Macau. Responsáveis da Associação de Construtores Civis e Empresas de Fomento Predial sugerem uma revisão ao diploma por forma a que seja alterada a proibição de obras durante a noite. Também em primeira página, a Torre Eiffel do empreendimento Parasian, da Sands China. 13 de Setembro foi a data avançada pela empresa para inaugurar o novo empreendimento.

 

Jornais de Macau em Língua Inglesa

No Macau Post Daily, as honras de manchete vão para os dois pandas que nasceram em Coloane - Tai Pou e Sio Pou. Segundo o Instituto para os Assuntos Cívicos e Municipais, as duas crias estão a crescer de forma saudável. Um grupo de trinta crianças visitou ontem os pandas no pavilhão do panda gigante, em Seac Pai Van. O jornal destaca também em primeira página as declarações do primeiro-ministro húngaro que disse que a imigração é um “veneno” para a Europa.

 

Na primeira página do Business Daily o principal destaque vai para a febre do “Pokemon Go” que  ainda não está disponível em Macau. Especialistas ouvidos pelo jornal dizem que indústria do jogo pode aproveitar melhor a nova área dos jogos em telemóveis e da realidade aumentada. As críticas de Angela Leong à decisão do Governo em relação ao canídromo também estão na primeira página do jornal: a proprietária da sociedade que gere o canídromo diz que o Governo não teve em conta o impacto do encerramento nos trabalhadores.

 

“Parisian Macau vai abrir a 13 de Setembro” é a manchete  do jornal Macau Daily Times. O jornal dá também destaque ao ataque que aconteceu nos subúrbios de Tóquio em que um homem matou 19 pessoas num centro de assistência para deficientes.

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

Na primeira página do China Daily e do South China Morning Post as palavras do Secretário de Estado Norte-Americano: “É tempo de virar a página nos conflitos do Mar do Sul da China”. John Kerry deixou um apelo para que a China e os países do Sudeste Asiático possam encetar negociações bilaterais para resolver os conflitos territoriais. As palavras foram proferidas na capital do Laos, onde está reunida a Associação das Nações do Sudeste Asiático.

 

Também na primeira página do South China Morning Post e do The Standard, dois jornalistas de Hong Kong foram presos em Shenzhen. Os jornalistas trabalham, em Hong Kong, para duas revistas de assuntos políticos – a New Way Monthly e a Multiple Face – e foram detidos por operarem um negócio ilegal. Em causa o facto dos dois residentes permanentes de Hong Kong estarem a distribuir a revista na China Continental, quando se trata de uma publicação não autorizada. Um dos homens foi condenado a cinco anos e três meses de prisão e outro a dois anos e três meses de prisão.