Em destaque

25 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,0449 patacas e 1,1156 dólares norte-americanos.

 

Revista de imprensa de Macau e Hong Kong (Terça-feira)
Terça, 26/07/2016

O futuro do Hotel Estoril, ontem discutido no Conselho do Planeamento Urbanístico, é um dos temas em destaque nos jornais de Macau. A imprensa faz ainda referência à condenação do antigo número dois do Exército de Libertação do Povo chinês.

 

Jornais de Macau em língua chinesa

O Ou Mun escreve sobre a mudança do Centro de Serviços da RAEM da Areia Preta para o futuro complexo de habitação pública, com mil fracções, que vai nascer junto à Avenida de Venceslau de Morais, onde estavam instalações da CEM. O tema foi abordado ontem no Conselho do Planeamento Urbanístico.

 

A discussão sobre o futuro do Hotel Estoril faz a manchete do Va Kio. O jornal diz que membros do Conselho do Planeamento Urbanístico apoiam a manutenção do painel que está na fachada da antiga unidade hoteleira.

 

Ou Mun Tin Toi

A Ou Mun Tin Toi dá conta que está içado o sinal 1 de tempestade tropical devido a uma depressão tropical que estava, cerca das 11 da manhã, a 500 quilómetros a sul do território. A tempestade desloca-se para Hainão.

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

O Hoje Macau titula “Areia movediça”. A construção de mil fracções de habitação pública no terreno da CEM na Areia Preta inquieta os membros do Conselho de Planeamento Urbanístico. O jornal publica ainda uma reportagem sobre animais que sofrem por serem atracções turísticas. “Turismo letal” é o grande título de primeira página.

 

“Licenciatura bilingue avança na Universidade de São José” escreve o Jornal Tribuna de Macau. O curso deverá arrancar em Setembro com pelo menos dez estudantes, número que a vice-reitora da instituição de ensino superior considera “normal” para o primeiro ano. Em foco ainda “CPU [Conselho de Planeamento Urbanístico] dá parecer favorável à demolição do Estoril”.

 

O Ponto Final conta que os membros do Conselho do Planeamento Urbanístico decidiram ontem que o Hotel Estoril deve ser integralmente demolido. “E tudo o vento levará” é o título. O jornal puxa ainda para a primeira página a condenação a “Três meses de prisão com pena suspensa para Lei Iok Lan”, da Associação para a Reunião Familiar.

 

Jornais de Macau em língua inglesa

No Business Daily a manchete é dedicada ao antigo Hotel Estoril. “Ir abaixo ou conservar” são as possibilidades em cima da mesa e que foram ontem discutidas na reunião do Conselho de Planeamento Urbanístico. Em foco ainda o número de trabalhadores não residentes que aumentou no último ano. Em Junho eram 182.459 as pessoas com autorização de trabalho em Macau.

 

O Macau Daily Times conta que o antigo número dois do Exército de Libertação do Povo foi condenado a prisão perpétua. Em grande plano a fotografia do antigo Estoril. A Associação Novo Macau quer manter a fachada do edifício situado no Tap Seac.

 

O Macau Post Daily escreve sobre a líder da Associação para a Reunião Familiar que foi condenada a pena de prisão de três meses, suspensa por um ano. O jornal puxa ainda para chamada de capa a convenção democrata nos Estados Unidos.

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

Na capa do China Daily está o presidente chinês Xi Jiping a apertar a mão a Susan Rice, conselheira de segurança nacional dos Estados Unidos. O jornal titula que os dois países reforçam confiança. Em destaque ainda as precauções a ter pelos trabalhadores face à vaga de calor.

 

O South China Morning Post escreve sobre o antigo número dois do Exército de Libertação do Povo, Guo Boxiong, condenado a prisão perpétua por aceitar subornos. Em foco ainda as novas regras das eleições que vão ser analisadas pela Justiça.

 

O Standard tem uma página dedicada a publicidade, mas no topo da página conta que a febre do jogo Pokémon chegou a Hong Kong.