Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Administração com excedente apesar de queda nas receitas
Sexta, 22/07/2016

As receitas da Administração continuaram em queda nos primeiros seis meses do ano, ainda assim, no primeiro semestre registou-se um novo excedente orçamental no valor de 17,3 mil milhões de patacas.

 

47,9 mil milhões de patacas foi o valor das receitas da Administração nos primeiros seis meses do ano, uma descida de 13, 5 por cento em comparação com igual período do ano passado.

 

O recuo nas receitas assenta na queda dos impostos directos sobre o jogo: nos primeiros seis meses do ano a Administração recolheu menos 6,1 mil milhões de patacas, uma queda de 13,4 por cento face a 2015.

 

O panorama é ainda mais negativo nos impostos indirectos e que incidem sobre o consumo: a queda foi de 26,2 por cento, cifrando-se nos 1,5 mil milhões de patacas.

 

Ainda assim, face aos 30, 5 mil milhões de despesa realizada nos primeiros seis meses, o saldo orçamental é positivo, atingindo os 17,2 mil milhões de patacas, quase cinco vezes mais do que previsto pelo Governo para o ano completo de 2016 (3,5 mil milhões de patacas).

 

Quase 90 por cento do Plano de Investimentos e Despesas de Desenvolvimento da Administração (PIDDA) continua por executar: nos primeiros seis meses do ano foram gastos apenas 1,7 mil milhões de patacas dos 11 mil milhões previstos para o ano.