Em destaque

14 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.1522 patacas e 1.1278 dólares norte-americanos.

Canídromo: Governo exige fecho ou nova localização
Quinta, 21/07/2016

O Governo deu um prazo de dois anos para a Companhia de Corridas de Galgos decidir o futuro do Canídromo. A informação foi divulgada, esta tarde, depois de um encontro entre a Direcção de Inspecção e Coordenação de Jogos e responsáveis da empresa, em que ficou decidido que o espaço ou fecha de vez ou tem de encontrar uma nova localização.

 

Em ambos os cenários, o Governo listou um conjunto de exigências. Para mudar de lugar, a Companhia de Corridas de Galgos tem de “melhorar” as condições de criação e tratamento dos cães, “minimizar o impacto” da actividade na vida quotidiana e “respeitar” o planeamento urbanístico da zona envolvente. Se for acordado o encerramento, a empresa tem de garantir o pagamento de todas as “indemnizações e compensações” aos funcionários dispensados, a desocupação do terreno e um destino final a dar aos animais.

 

A administradora executiva da Companhia de Corridas de Galgos, Angela Leong, respeita a posição do Governo e compromete-se a tomar uma decisão antes do dia 21 de Julho de 2018, lê-se no comunicado onde foi avançada a informação. No mesmo documento, é dada a garantia de que a Direcção dos Assuntos de Trabalho e Emprego vai prestar o apoio necessário aos trabalhadores afectados pelo possível fecho do Canídromo.

 

No ano passado, o Executivo encomendou uma análise sobre o futuro das corridas de galgos ao Instituto de Estudo sobre a Indústria do Jogo da Universidade de Macau. De acordo com o comunicado emitido esta tarde, foram apresentadas três sugestões para apreciação. No entanto, as mesmas não foram tornadas públicas.

 

A actual licença do Canídromo foi renovada, em 2015, e termina no final deste ano. A Rádio Macau contactou, sem sucesso, a Direcção de Inspecção e Coordenação de Jogos para perceber se um novo contrato vai ser assinado para abranger a operação até 21 de Julho de 2018.