Em destaque

26 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.0301 patacas e 1.1139 dólares norte-americanos.

Bombeiros querem mini-armazéns regulados
Quarta, 06/07/2016

O comandante do Corpo de Bombeiros, Leong Iok Sam, alerta para a necessidade de criar legislação que enquadre os chamados mini-armazéns. Tratam-se de espaços que servem para guardar documentos e materiais, alguns perigosos.

 

“Vamos aproveitar para fazer revisões da lei”, disse o responsável, à margem de uma conferência de imprensa, que serviu para apresentar a nova estrutura orgânica do Corpo de Bombeiros.

 

A revisão da lei ainda não tem prazo para avançar. Por agora, o Corpo de Bombeiros vai proceder a uma recolha de opiniões sobre o tema, referiu Leong Iok Sam.

 

Apesar de existirem riscos, o comandante do Corpo de Bombeiros garante que os 12 mini-armazéns identificados em Macau têm condições de segurança “básicas”. “Já realizámos inspecções de segurança em todas essas instalações. Estão localizadas em edifícios onde há fábricas, que têm instalações contra incêndios”, explicou.

 

Estas declarações surgem na sequência do incêndio num mini-armazém de Hong Kong, que provocou a morte a dois bombeiros, no mês passado.