Em destaque

21 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.21 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Bombeiros com nova estrutura devido a fusão de serviços
Quarta, 06/07/2016

O Conselho Executivo deu luz verde à fusão do Corpo de Bombeiros com a Comissão de Segurança dos Combustíveis. Esta mudança enquadra-se numa política de racionalização de quadros e extinção de serviços que tinham menos de 100 funcionários.

 

Em termos de trabalho, nada muda. As responsabilidades da Comissão de Segurança dos Combustíveis passam para o Corpo de Bombeiros. Já os trabalhadores são absorvidos pela Direcção dos Serviços das Forças de Segurança, sem prejuízo para a carreira.

 

No entanto, a estrutura orgânica do Corpo de Bombeiros vai ser alterada. “Aumenta de quatro departamentos e seis divisões para sete departamentos e dez divisões”, explicou o porta-voz do Conselho Executivo, Leong Heng Teng, antes de acrescentar que vão ser extintos sectores, secções e unidades existentes.

 

A fusão dos serviços não exige contratações para o Corpo de Bombeiros. “Em 2014, houve um alargamento do quadro, previsto para o desenvolvimento de Macau até 2019. Portanto, neste momento, o número é suficiente”, garantiu o comandante Leong Iok Sam.

 

Actualmente, o pessoal militarizado do Corpo de Bombeiros é composto por 1589 funcionários.