Em destaque

21 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.21 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Fundação Macau reafirma legalidade de donativo
Quinta, 30/06/2016

A Fundação Macau (FM) concorda com o Comissariado contra a Corrupção, que decidiu arquivar a queixa sobre o polémico donativo de mais de 100 milhões de patacas à Universidade de Jinan. Num comunicado emitido ontem à noite, a instituição reafirma a legalidade de todo o processo.

 

A FM funciona a partir de “regras rigorosas para a concessão de apoios financeiros”. Além disso, assegura a “imparcialidade na tomada de cada decisão”.

 

De acordo com o comunicado, a instituição presidida por Wu Zhiliang tem adoptado várias medidas para melhor os serviços de concessão de apoios financeiros. Mas admite que existe “espaço” para melhorar a “construção institucional, supervisão e gestão de recursos”.

 

No ano passado, a FM concedeu subsídios no montante total de cerca de 2300 milhões de patacas. Mais de metade do valor foi dedicado à área da formação e 99 por cento aplicado em Macau.