Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Qualidade do ar no Delta do Rio das Pérolas melhorou
Terça, 28/06/2016

O Relatório de Monitorização de 2015, com base nos dados do ar de Guangdong, Hong Kong e Macau para a Região do Delta do Rio das Pérolas, indica que “a qualidade do ar no Delta do Rio das Pérolas, referente ao ano passado, tem vindo a melhorar de forma contínua”. A informação é avançada pelos Serviços de Protecção Ambiental, em comunicado.

 

A rede de monitorização é constituída por 23 estações da rede de monitorização do ar, localizadas na província de Guangdong, Hong Kong e Macau, visando supervisionar seis poluentes atmosféricos: Dióxido de Enxofre, Dióxido de Azoto, Partículas Inaláveis, Ozono, Partículas Finas e Monóxido de Carbono.

 

Os dados agora divulgados mostram que o valor médio anual de dióxido de enxofre, dióxido de azoto e partículas inaláveis verificados no Delta do Rio das Pérolas de 2015 diminuiu respectivamente 19 por cento, 11 por cento e 13 por cento em comparação com o ano de 2014.

 

“A qualidade do ar desta zona tem melhorado de um modo geral, o que revela que têm sido bem sucedidas as medidas de redução de emissões promovidas nos últimos anos”, lê-se no comunicado.