Em destaque

18 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.20602 patacas e 1.1314 dólares norte-americanos.

Governo: Brexit com "impacto limitado" para Macau
Sexta, 24/06/2016

Implicações "profundas" para a economia mundial e para os mercados financeiros mas um "impacto limitado" em Macau. É esta a primeira reacção do Governo de Macau ao resultado do referendo no Reino Unido. 

 

Ainda assim, o secretário para a Economia e Finanças diz que a Autoridade Monetária tem um plano de resposta às consequências que possam resultar da saída do Reino Unido da  União Europeia, um plano que passa pelo acompanhamento da situação dos mercados internacionais.

 

O gabinete do secretário Lionel Leong lembra que a Reserva Financeira da RAEM não dispõe de quaisquer activos em libras esterlinas e que no sistema bancário local a proporção de crédito na moeda britânica representa apenas 2,1 por cento do montante global.

 

"Apesar de as implicações do resultado do “Referendo à Saída da Grã-Bretanha da União Europeia” a resultar nas tendências económicas internacionais e nos mercados financeiros serem muito profundas, prevê-se que o impacto na RAEM deva ser relativamente limitado, na medida em que, por um lado, a percentagem dos activos denominados em libras esterlinas, detidas pela Reserva Cambial de Macau, é muito reduzida e, por outro, o volume de comércio com o Reino Unido é pequeno e Macau não dispõe de mercado de capitais de acções", refere o gabinete do secretário Lionel Leong, em comunicado.

 

 

O secretário para a Economia e Finanças,  Leong Vai Tac, desloca-se reuniu hoje com responsáveis da Autoridade Monetária de Macau para realizar uma reunião de trabalho.