Em destaque

21 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.21 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Revista de imprensa de Macau e Hong Kong (segunda-feira)
Segunda, 20/06/2016

A imprensa portuguesa destaca a polémica em volta dos livreiros de Hong Kong desaparecidos e também o protesto dos moradores com a extensão da fábrica da Hovione

 

Jornais de Macau em língua chinesa

O Ou Mun diz, na manchete, que dois homens foram detidos por assistência a outros em contrabando para a China. Os homens terão lucrado 40 mil patacas.

A mesma história faz também a primeira página do Va Kio.

 

Canal chinês da Rádio Macau

O Ou Mun Tin Toi está a dar destaque ao longo da manhã à visita do presidente chinês Xi Jinping à Polónia. O alto dignitário já está em Varsóvia.

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

“Ampliação da Hovione preocupa moradores”, é a manchete do Jornal Tribuna de Macau, a propósito da extensão das instalações da fábrica na Taipa. O jornal publica ainda uma fotografia para destacar o Grande Prémio de Voleibol feminino. “China imbatível”.

No Ponto Final, “Hong Kong em polvorosa, Macau em alerta” é a manchete relativa ás declarações do livreiro de Hong Kong, Lam wing-kee, sobre o rapto e cativeiro por forlas especiais da China. O jornal fala ainda dos 250 milhões de patacas que ficaram por reivindicar desde que o governo começou a distribuir dinheiro à população, em 2008.

O Hoje Macau entrega toda a primeira página ao refrendo no Reino Unido. “Um adeus inglês” é a manchete. O jornal também dá atenção ao caso dos livreiros de Hong Kong.

 

Jornais de Macau em língua inglesa 

O Macau Post Independent puxa para título gordo – “Associação pede ao governo para compreender melhor a classe média”.  E em rodapé foto do Mundial de Voleibol Feminino.

O Business Daily diz na manchete: “Transacções recuam”. Refere-se à queda do valor da proprieade em Maio, na ordem dos 14 por cento. É o segundo mês consecutivo com estes valores em queda.

O Macau Daily Times recupera a manifestação deste fim de semana em apoio a Lam wing-kee. “Livreiro de Hong Kong conta a história da detenção na China”.

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

O South China Morning Post publica uma foto de protestos numa aldeia no sul de Guangdong. “Wukan pede a libertação do chefe da aldeia”. Mas é ainda o caso dos livreiros desaparecidos que faz a manchete desta segunda-feira. “Livreiro responde aos ataques à credibilidade”.

O China Daily destaca a viagem de Xi Jinping à Europa “para impulsionar influência na região”. Também na primeira, o jornal refere o torneiro de golfe PGA Tour que pretende expandir-se a cinco províncias chinesas.

O The Standard faz a primeira de publicidade mas na página dois surge uma entrevista ao líder da empresa Ups em Hong Kong.