Em destaque

25 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,0449 patacas e 1,1156 dólares norte-americanos.

 

Revista de imprensa de Macau e Hong Kong (Terça-feira)
Terça, 07/06/2016

A visita do empresário chinês Jack Ma e a tentativa de rapto de uma criança de dois anos na zona da Areia Preta são dois dos principais destaques na imprensa de hoje.

 

Jornais de Macau em língua chinesa

O jornal Ou Mun coloca Jack Ma na imagem de primeira num encontro com responsáveis de jornal. O fundador da empresa Alibaba deixou uma mensagem de optimismo na visita a Macau: apesar das dificuldades que enfrenta Macau deve apostar nos jovens empreendedores para conquistar o futuro.

 

Também na primeira do Oumun, dois casos de polícia: um homem foi detido por uma fraude que ascende a 15 milhões de patacas, um caso que envolve cupões de desconto em supermercados e lojas de comércio a retalho.

 

Noutro caso, um homem foi detido por tentar raptar uma menina de dois anos de idade. O homem de 51 anos de idade tentou raptar a criança num supermercado da areia preta Este também é o principal destaque do jornal Va Kio. O jornal conta que o homem tentou o rapto com o pai da criança por perto, pegando nela ao colo e correndo em direcção à saída do supermercado. Já detido pela polícia o suspeito negou as acusações e disse que apenas pretendia brincar com a criança.

 

Canal Chinês da Rádio Macau

A Ou Mun Tin Toi realça, esta manhã, o cancelamento da abertura de propostas no concurso público para a estação de tratamento de águas residuais de Macau.  A abertura de proposta estava marcada para hoje mas foi cancelada por causa de uma acção que corre em tribunal administrativo e que tem efeito suspensivo.

 

Jornais de Macau em Língua Portuguesa

“Portugal só é sexto nas apostas para o Euro”, é a manchete do Jornal Tribuna de Macau, em referências às cotações das diferentes selecções na bolsa de apostas da “Macau Slot” para o Euro 2016. Em entrevista ao JTM, o académico David Gonçalves defende a necessidade de “reabilitar Coloane e não permitir novas ofensas” naquela zona de Macau.

 

“Não se pode exterminá-lo?” é a questão colocada na primeira página do jornal Hoje Macau. Numa intervenção no congresso do partido socialistas, o secretário-coordenador da secção do PS em Macau, Tiago Pereira, defendeu a extinção do Conselho das Comunidades Portuguesas, argumentando que dali nunca veio nenhum benefício para as comunidades.

 

No Ponto Final, “A Macau de Ma rima com Internet”, é a manchete. Durante a visita a Macau, o fundador e presidente do grupo Alibaba defendeu que o território deve utilizar a Internet e o potencial dos grandes volumes de dados em seu favor. Noutro destaque, o jornal conta a história do jogador de futebol David Cardoso que subiu de divisão em Portugal.

 

Jornais de Macau em língua inglesa

O jornal Business Daily faz referência às novas regras que a Direcção de Inspecção e Coordenação de Jogos implementou para prevenir a prática de crimes de branqueamento de capitais e financiamento de terrorismo, regras que entraram em vigor dia 13 mas que foram conhecidas na semana passada.

 

“Jack Ma incentiva jovens locais a lançaram-se no comércio electrónico”, é a manchete do Macau Daily Times, que tem o fundador da Alibaba em grande plano na primeira página. Destaque ainda para a tentativa de rapto de uma criança que aconteceu na zona da Areia Preta.

 

Os apelos de Jack Ma também estão na primeira página do Macau Post Daily, que destaca a sugestão para criação de um centro de dados na RAEM. Jack Ma foi nomeado consultor de Macau para área da economia e da ciência.

 

Jornais de Hong Kong em Língua Inglesa

Na imagem de primeira do China Daily está o Presidente Chinês e o Secretário de Estado de John Kerry. Xi apela a Washington para reforçar a confiança entre países. A mensagem foi transmitida pelo presidente chinês na cerimónia de abertura do diálogo estratégico e económico entre a China e os Estados Unidos, que está a decorrer em Pequim.

 

O mesmo apelo faz manchete no South China Morning Post. Xi Jinping estende a mão a Washington  no início dos encontros de Pequim entre as duas potências.Também na primeira página do jornal a compra do clube italiano Inter de Milão pela empresa chinesa Suning. O gigante chinês do comércio gastou 2.3 mil milhões de dólares de Hong Kong para adquirir 70 por cento do clube.

 

O Standard foca o apelo dirigido aos detentores de passaporte britânico em Hong Kong para votarem contra a saída do Reino Unido da União Europeia no referendo que se aproxima. O projecto Sino-Britânico, um grupo de interesses com representação tanto no Reino Unido como em Hong Kong, está a lançar este apelo aos residentes de Hong Kong que têm passaporte britânico, a cerca de duas semanas do referendo.