Em destaque

19 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.16 patacas e 1.12 dólares norte-americanos.

Albano Martins: Canídromo tem os dias contados
Sexta, 03/06/2016

É a convicção de Albano Martis, presidente da Anima – Sociedade Protectora dos Animais, depois de ter participado numa manifestação em Dublin contra a exportação de galgos para Macau e para a China: o canídromo tem os dias contados.

 

Ao telefone a partir da Irlanda, o activista diz que o protesto, espalhado por 16 cidades do mundo, excedeu as expectativas e fala na liquidação do canídromo: “A ideia genérica com que ficámos é que o canídromo está liquidado, não vai ter mais animais. Dificilmente. Se não tiver a Irlanda, não pode importar de mais lado nenhum porque não há ninguém que produza animais nessa quantidade que eles querem”.

 

Na Irlanda, também o grupo norte-americano de defesa dos animais Grey2k USA entregou uma petição conjunta com a Anima ao governo irlandês.

 

Todavia, segundo Albano Martins, a delegação norte-americana não conseguiu uma reunião com o ministro da Agricultura irlandês, tendo apenas sido recebida por representantes do gabinete. 

 

Já Albano Martins teve um encontro com os deputados. Das duas reuniões, saiu a mesma ideia: “O ministro emitiu um comunicado há uns dias, no sentido de a indústria não exportar para países onde não houvesse o mínimo de padrões de qualidade de vida dos animais. Nós percebemos que aquela mensagem era expressa para a China”.

 

Para o próximo dia 6 de Junho, a Anima tem ainda uma reunião agendada com a companhia aérea alemã Lufthansa, em Frankfurt, para tentar bloquear a maior fonte de transporte de galgos para Macau.

 

Já em Setembro, no dia 24, Albano Martins participa, em Itália, numa campanha de adopção de galgos.