Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Marreiros iliba IC e Diocese na queda de telhado em igreja
Segunda, 30/05/2016

Carlos Marreiros iliba a Diocese de Macau e o Instituto Cultural de responsabilidades no colapso de parte do telhado da Igreja de Santo Agostinho.

 

O edifício, parte da lista de Património Mundial da UNESCO, sofreu este domingo a queda de parte da estrutura de madeira e telhas, num anexo lateral da igreja, sendo que a nave central não foi afectada e também não houve feridos.

 

Marreiros, arquitecto e membro do Conselho do Património Cultural, diz que a igreja foi alvo de inspecções e que só se pode culpar a chuva torrencial que caiu recentemente.

 

Em declarações à Rádio Macau, Carlos Marreiros afirmou que “a Igreja tem tomado conta do seu vasto património. De resto, [a igreja de] Santo Agostinho foi inspeccionada à coisa de um ano pelos serviços técnicos do Instituto Cultural, porque haviam sido detectados alguns problemas. Estas coisas acontecem. Na semana passada choveu imenso”.

 

Já esta manhã, o presidente do Instituto Cultural Guilherme Ung Vai Meng visitou a igreja de Santo Agostinho, para se inteirar no local da extensão dos danos.

 

Segundo Carlos Marreiros, “o Instituto Cultural, através do departamento de património cultural, tem sido vigilante e dedicado atenção e acompanhamento técnico no vasto património de Macau”.