Em destaque

14 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.1522 patacas e 1.1278 dólares norte-americanos.

Jorge Godinho lança trilogia sobre “Direito do Jogo”
Quarta, 25/05/2016

O professor universitário Jorge Godinho apresenta hoje, na Fundação Rui Cunha, o primeiro de três volumes dedicados ao direito do jogo. Uma obra de investigação que se baseia na experiência de ensino na área, na Universidade de Macau, mas que é também uma incursão sobre a história do jogo em Macau.

 

O livro, que será apresentado esta tarde na Fundação Rui Cunha, é o primeiro de três volumes dedicados ao tema. “O primeiro volume tem a parte mais conceptual sobre a grande arquitectura do direito do jogo. O segundo volume irá incidir sobre a vertente administrativa e regulatória. Por fim, o terceiro volume será sobre a parte penal e proibitiva. É este o plano e o lançamento de hoje é apenas a primeira parte de uma obra vasta”, disse Jorge Godinho, em declarações à Rádio Macau.

 

Mais de 80 páginas do primeiro volume são dedicadas à história do jogo em Macau, tornando este livro numa obra que não é apenas para juristas. “Não é um manual jurídico normal porque tem efectivamente uma parte e capítulos de índole histórica muito maiores do que é normal encontrar em obras jurídicas. Portanto, para quem não é jurista, a obra poderá ter algum interesse, é o que espero”, acrescenta.

       

O livro recorda também vários episódios já esquecidos na história do jogo, como o papel do Governador Ferreira do Amaral no licenciamento da lotaria “Paka pio” ou o fenómeno de popularidade da lotaria “Wei Seng”, na década de 1870, depois de ter sido proibida em Cantão.

 

A obra “Direito do Jogo”, de Jorge Godinho, é apresentada às 18h30 na Fundação Rui Cunha.