Em destaque

21 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.21 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Animais: Galgos não suscitaram a preocupação dos deputados
Quinta, 19/05/2016

Numa altura em que há uma campanha internacional para o encerramento do Canídromo e que uma petição contra o envio de galgos para Macau reuniu centenas de milhares de assinaturas, a deputada Kwan Tsui Hang disse que o tema não foi debatido no âmbito da análise na especialidade à proposta de lei de protecção dos animais. A presidente da 1ª comissão permanente da Assembleia Legislativa diz que as regras para protecção dos galgos serão exactamente as mesmas que se aplicarão aos outros animais.

 

“Não chegamos a discutir esta questão. O articulado desta proposta de lei também não fala especificamente sobre este tipo de cães, por isso, nunca discutimos o assunto com o Governo (...) a proposta de lei só fala de uma protecção em geral dos animais. Quanto aos galgos, nomeadamente as condições em que estão instalados ou se são torturados, também podem ser abrangidos por este diploma. Acho que o Instituto para os Assuntos Cívicos e Municipais tem a responsabilidade de fiscalizar, mas se o fez ou não, não é uma matéria incluída neste diploma”, sustentou Kwan Tsui Hang.

 

Segundo organizações de defesa dos animais, o Canídromo de Macau está entre as mais cruéis pistas de corridas do mundo, com uma estimativa de morte de mais de 20 cães por mês. É esperado que a licença de operação concedida à Yat Yuen não volte a ser renovada no próximo ano.