Em destaque

14 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.1522 patacas e 1.1278 dólares norte-americanos.

Revista de imprensa de Macau e Hong Kong (Quarta-feira)
Quarta, 18/05/2016

Os jornais de Macau trazem para as primeiras páginas as explicações do secretário Alexis Tam aos deputados sobre o polémico edifício de doenças infecto-contagiosas. Os diários de Hong Kong focam a recepção do Governo e da população ao presidente do Comité Permanente da Assembleia Popular Nacional (APN), Zhang Dejiang.

 

Jornais de Macau em língua chinesa

 

O Ou Mun destaca o debate na Assembleia Legislativa sobre do edifício de doenças infecto-contagiosas. Este jornal diz que “maioria dos deputados apoia a construção”, mas a discussão sobre a localização do edifício “está longe de terminar”. Sobre este assunto, lê-se ainda que nem o calendário nem o orçamento vão ser cumpridos.

 

O Va Kio também realça o mesmo tema, embora com outro prisma: “Alexis Tam enfatiza ser urgente a construção do edifício de doenças infecto-contagiosas”. Na Assembleia Legislativa, o secretário para os Assuntos Sociais e Cultura diz não haver escolha para a localização do edifício, que está previsto para as imediações do hospital público.

 

Ou Mun Tin Toi

 

O canal chinês de rádio da TDM destaca, esta manhã, as declarações de Paulo Martins Chan. O director da Inspecção e Coordenação de Jogos disse que o relatório intercalar sobre o jogo é positivo e que todas as operadoras tiveram notas altas.

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

 

“O preço incerto” escreve o Hoje Macau sobre a polémica à volta do futuro edifício de doenças infecto-contagiosas. Sabe­-se agora que o relatório de impacto ambien­tal foi adjudicado a uma empresa privada ficando a Direcção dos Serviços de Protecção Ambiental  encarregue de analisar as conclusões. Quanto a prazos e orçamentos apenas se sabe que os custos vão ser maiores do que estava inicialmente previsto, realça o jornal. Em grande plano ainda as presidenciais nos EUA: “presos por fios”.

 

O Jornal Tribuna de Macau titula “há quem espere ano e meio por consulta do sono” - os Serviços de Saúde garantem que a procura por consultas rela­cionadas com problemas de sono é cada vez maior em Macau. O destaque fotográfico remete para a exposição do jogo: “confiança sólida num ‘mercado único’”. Numa das chamadas de capa lê-se “milhões gastos em rendas e imóveis ‘abandonados’ alimentam críticas ao Governo”.

 

A manchete do Ponto Final diz “seguro, necessário e ainda mais caro” a propósito das declarações do secretário para os Assuntos Sociais e Cultura. Alexis Tam reiterou que a construção do edifícios de doenças infecto-contagiosas junto ao Centro Hospitalar Conde de São Januário torna “mais eficaz” a resposta a epidemias. “Milícias contra a droga” é outro título na primeira sobre o encontro da PJ com os Amigos da Prevenção Criminal na Área da Habitação, um organismo criado por várias associações do território com o propósito de prevenir a criminalidade nos edifícios residenciais.

 

Jornais de Macau em língua inglesa

 

No Business Daily as previsões de um analista da CLSA que prevê um crescimento médio de 7 por cento nas receitas do mercado de massas. O número foi avançado durante a Gaming Expo Asia, que arrancou no Venetian, durante uma antevisão ao mercado do jogo para os próximos cinco anos.

 

A manchete do Macau Daily Times é feita com Hong Kong que “apertada medidas de segurança por causa da visita de Zhang Dejiang”, o presidente do Comité Permanente da APN. Em rodapé, o Times vira atenções para a renovação do Canídromo: “Instituto para os Assuntos Cívicos e Municipais conduz inspecções regulares, mas não comenta tratamento dado aos galgos”.

 

No Macau Post lê-se “aceite estudo de impacto ambiental ao centro de doenças infecto-contagiosas”. Ainda sobre este debate na Assembleia, o matutino escreve que “deputado faz reprimenda à ‘auto-satisfação’ de Alexis Tam”, estando publicadas fotografias do secretário e de Fong Chi Keong.

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

 

O China Daily foca a visita a Hong Kong do presidente do Comité Permanente da APN: “Zhang [Dejiang] elogiou trabalho do Chefe do Executivo e do Governo da RAEHK”.

 

O South China Morning Post titula “Zhang [Dejiang] foi recebido com sorrisos de um lado e protestos do outro”. Este jornal escreve ainda que, além dos elogios ao Governo, o presidente do Comité Permanente da APN prometeu ouvir os locais.

 

O Standard escreve em título “estou aqui para ver, ouvir e falar” – uma frase de Zhang Dejiang. O matutino acrescenta que este alto responsável chinês “foi recebido no aeroporto com um tapete vermelho, sob forte segurança, enquanto multidões o aguardavam à porta do hotel”.