Em destaque

14 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.1522 patacas e 1.1278 dólares norte-americanos.

Relatório intercalar tido na renovação das licenças de jogo
Quarta, 11/05/2016

O relatório intercalar do jogo, apresentado esta tarde, não tem “relação directa” com o futuro processo de renovação das licenças das concessionárias e subconcessionárias. No entanto, o secretário para a Economia e Finanças, Lionel Leong, afirma que o documento vai ser uma ferramenta importante no futuro.

 

“Não há relação directa com as licenças. Mas este relatório e as opiniões da sociedade são importantíssimos para desenvolver melhor esta indústria. Este aspecto vai ser tido na forma como vamos encarar a situação futura”, explicou o responsável.

 

O relatório, composto por 280 páginas, nota que as seis operadoras já cumpriram os planos de investimento. Entre 2002 e 2014, o valor chegou a cerca de 262 mil milhões de patacas. A Venetian aplicou 33 por cento da fatia total. Na lista seguem-se Melco Crown, com 20 por cento, e Galaxy, com 19 por cento.

 

O documento refere ainda que as empresas têm desenvolvido iniciativas para promover a responsabilidade social. Além disso, regista-se um aumento crescente de residentes em cargos iguais ou superiores a gerente. Em 2014, correspondiam a 82 por cento dos mais de 12 mil funcionários integrados nestas posições.

 

Dos vários aspectos negativos do relatório, a maior parte não é novidade. Macau está mais dependente dos casinos e a criminalidade relacionada com o jogo aumentou. A nível social regista-se uma mudança de “atitude” dos residentes de origem local “relativamente à população do exterior”, que chega para trabalhar no sector. A elevada taxa de inflação, os preços “incomportáveis” da habitação e a descida da qualidade de vida são também apontados como consequências.

 

A revisão intercalar foi encomendada pelo Governo ao Instituto de Estudos sobre a Indústria de Jogo da Universidade de Macau. A análise começou no início do ano passado.