Em destaque

19 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.16 patacas e 1.12 dólares norte-americanos.

Ramal dos Mouros: DSPA faltou à discussão decisiva
Terça, 10/05/2016

A reunião decisiva do Conselho para o Planeamento Urbanístico sobre o projecto do Ramal de Mouros ficou marcada pela ausência de representantes da Direcção dos Serviços de Protecção Ambiental (DSPA).

 

No encontro de ontem foram apresentados novos dados por parte dos promotores em relação ao impacto ambiental e urbano da torre de habitação projectada para o local, mas a entidade governamental capacitada para avaliar estes dados não marcou presença. O facto mereceu críticas por parte de Neto Valente.

 

“Gostava de perguntar se há alguma justificação especial para o facto de hoje não estarem presentes representantes dos Serviços de Protecção Ambiental. Há alguma explicação? Acho extraordinário que um Serviço que tem sempre opiniões sobre edifícios de três e quatro andares e num projecto desta envergadura não podemos contar com esse apoio científico”, referiu Neto Valente.

 

Leong Keng Seng, vice-presidente do Conselho do Planeamento Urbanístico, disse desconhecer as razões para a ausência dos representantes dos Serviços de Protecção Ambiental.

 

“O vogal efectivo e o vogal suplente apresentaram falta justificada mas não sabemos as razões essenciais porque faltaram. Lamento a ausência de representantes da DSPA porque hoje tivemos mesmo que tomar uma decisão”, afirmou Leong Keng Seng.