Em destaque

25 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,0449 patacas e 1,1156 dólares norte-americanos.

 

Novo Macau marca protesto contra doação a universidade
Segunda, 09/05/2016

A Associação Novo Macau vai sair à rua no próximo domingo em protesto contra a doação de 123 milhões de patacas a uma universidade da China. Segundo um comunicado, a manifestação deve-se à “falta de uma resposta construtiva” por parte do Governo à petição lançada pela Novo Macau.

 

A associação tinha apelado para a assinatura, até esta segunda-feira, da petição que pede a demissão do Chefe do Executivo pelo que a Novo Macau considera “fraca integridade e alegado envolvimento em corrupção”, por causa da atribuição, através da Fundação Macau, de um apoio de 100 milhões de yuan à Universidade de Jinan.

 

A associação diz que a aprovação deste apoio foi feita sem conhecimento público e sublinha que Chui Sai On preside ao Conselho de Curadores da Fundação e é, em simultâneo, vice-presidente do Conselho Geral da Universidade de Jinan.

 

Para a Associação Novo Macau, Chui Sai On está, “sem dúvida, envolvido num conflito de interesses”.

 

Sobre esta questão, o Governo emitiu um comunicado no qual afirma que “o Chefe do Executivo foi convidado para desempenhar as funções de vice-presidente do Conselho Geral da Universidade de Jinan, não recebendo qualquer remuneração ou interesses, pelo que não existe tráfico de influências, tal como tem sido acusado”.

 

Segundo a mesma nota, o apoio atribuído à universidade é para construir um edifício para o ensino na área da comunicação social no campus de Cantão e duas residências para estudantes de Hong Kong e Macau no campus de Panyu.

 

O Executivo garante, por outro lado, que esta doação não afecta os apoios a instituições do território.