Em destaque

22 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.20 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Neto Valente: Caso Ho Chio Meng prejudicou imagem do sistema
Sábado, 07/05/2016

Jorge Neto Valente não tem dúvidas de que no tempo de Ho Chio Meng havia processos que não andavam. No programa Rádio Macau Entrevista, o presidente da Associação dos Advogados acrescenta que falta provar se existia tráfico de influências.

 

“Que havia processos que andavam e outros que não andavam isso é uma evidência. Se era por tráfico de influências falta provar. O facto de haver situações em que não se sabe porque é que os processos não andam, quando tudo indica que deviam andar, e que há outros que não são tão importantes e que andam aceleradamente isso é que está mal, independentemente de saber se é por influência de A ou B que andam. É isso que está mal”, disse no Rádio Macau Entrevista.

 

O presidente da Associação dos Advogados reconhece que a situação mudou com o actual procurador da RAEM. “Há diferenças. Se é direccionada a essa maneira, ou é a situação anterior que se pretende corrigir, não sei. Mas o que sei é que há processos que não andavam e que estão a andar”, nota.

 

O caso de Ho Chio Meng é, segundo Neto Valente, “mau” para a imagem do sistema. “Eu, como a maioria dos cidadãos, se não todos, tem dificuldade em perceber como é que há dias em que é considerado magistrado e há dias em que não é considerado magistrado, penso que isso mereceria  uma clarificação que até agora não vi. Essa situação prejudica a imagem do nosso sistema”, afirma.