Em destaque

21 de Março 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.2742 patacas e 1.1424 dólares norte-americanos.

Revista de imprensa de Macau e Hong Kong (Quarta-feira)
Quarta, 04/05/2016

O consenso na Assembleia Legislativa para a criação de um centro de arbitragem dedicado ao arrendamento, as últimas iniciativas da Anima para encerrar o canídromo e a apresentação do documentário “Boat people” são alguns dos assuntos em destaque na imprensa de hoje.

 

Jornais de Macau em língua chinesa

O jornal Ou Mun dá conta que oito restaurantes de Zhuhai foram colocados numa lista negra pelas autoridades locais. Em causa a falta de qualidade do marisco e do peixe vendidos nestes estabelecimentos da cidade vizinha.

 

Na primeira do jornal Va Kio as quatro pessoas que foram hospitalizadas ontem devido a uma intoxicação por monóxido de carbono dentro das habitações onde residem. Três homens e uma mulher, em duas habitações diferentes no Edifício Fu Pou, situado na Estrada Marginal do Hipódromo, tiveram que ser hospitalizados. Uma das pessoas chegou a perder os sentidos.

 

Ou Mun Tin Toi

No Canal Chinês da Rádio Macau estão em foco as explicações do director dos Serviços de Economia sobre a subida dos preços da carne de porco. Tai Kin Ip esteve no programa Fórum Macau, juntamente com outros responsáveis do IACM, para falar a subida acentuada nos preços da carne de porco nos últimos dias. Tai Kin Ip reconheceu que há margem para reduzir os preços, sobretudo nos mercados municipais, onde o efeito das rendas nos preços ao consumidor não se faz sentir.

 

Jornais de Macau em Língua Portuguesa

“A última cartada” é a manchete do jornal Hoje Macau numa referência à “corrente misteriosa” que surgiu entre deputados para definir um limite de 30 por cento para os aumentos das rendas. Em primeira página o jornal dá também destaque a uma entrevista com a jornalista Filipa Queiroz sobre o documentário que realizou - “Boat People” – sobre  as histórias de refugiados vietnamitas em Macau.

 

No Jornal Tribuna de Macau “Media anglo-portuguess locais reconhecem autonomia do sector” é a manchete. Ouvidos pelo jornal, os responsáveis dos media locais em língua portuguesa e inglesa assumem que existe liberdade de imprensa mas destacam limitações como atrasos nas respostas oficiais e a falta de recursos humanos. “Quando Macau foi a casa dos refugiados vietnamitas”, é o destaque na primeira ao documentário da jornalista Filipa Queiroz.

 

“Bloquear para salvar” é a manchete do jornal Ponto Final sobre a intenção da Anima de impedir a importação de galgos da Irlanda para o canídromo de Macau. Face ao silêncio do Governo, Albano Martins diz que a estratégia é a única que poderá conduzir ao encerramento da estrutura. “Congelamento de bens em águas de bacalhau” é o outro destaque do jornal, que refere que a discussão na Assembleia Legislativa está estagnada.

 

Jornais de Macau em Língua Inglesa

O jornal Macau Post Daily refere que há acordo para a criação de um centro de arbitragem para o arrendamento urbano.  Foi a informação transmitida pelo deputado Cheang Chi Keong, na conferência de imprensa de ontem.

 

“Governo rejeita pedidos de empréstimos de PMEs” é a manchete do Business Daily: os números dos empréstimos às pequenas e médias empresas caíram 95 por cento em Abril para um valor de 1.4 milhões de patacas. O jornal dá também conta que a Assembleia Legislativa chegou a um consenso sobre a criação de um centro de arbitragem para disputas relacionadas com o arrendamento.  

 

“Estudo revela que locais são receptivos à reciclagem” é a manchete do jornal Macau Daily Times que dá conta de um estudo realizado por académicos locais e que avaliou as atitudes dos residentes de Macau em relação à reciclagem. A imagem de primeira é dedicado à vitória improvável do Leicester na Premier League inglesa. 

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

O South China Morning Post e o Standard dão conta da queda abrupta que se registou nas receitas fiscais do Governo de Hong Kong. No final de Março as receitas de impostos recolhidos pelo Governo caíram cinco por cento para o valor mais baixo dos últimos seis anos. A maior queda registou no imposto de selo, resultado do arrefecimento do mercado imobiliário.

 

Os voos directos que vão ligar a China Ocidental ao Médio-Oriente estão na primeira página do China Daily. A cidade de Yinchuan, capital da região autónoma de Ningxia Hui que acolhe uma das maiores comunidades muçulmanas do país, vai passar a ter voos directos até ao Dubai. A manchete do jornal vai, no entanto, para as patrulhas policiais nas cidades italianas de Roma e Milão que vão passar a ter agentes fluentes em mandarim. Uma medida para responder à afluência crescente de turistas chineses nas duas cidades.