Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Carros eléctricos teriam “impacto imediato” no ambiente
Sexta, 29/04/2016

Os carros eléctricos poderiam ter um impacto positivo imediato na melhoria da qualidade do ar em Macau. A ideia é defendida por José Eduardo Martins.

 

No Rádio Macau Entrevista, o advogado, que foi secretário de Estado do Ambiente em Portugal, considerou que Macau tem as condições ideais para a introdução de veículos movidos a energia eléctrica: “Os problemas normalmente associados aos carros eléctricos, como a autonomia, a capacidade de percorrer longas distâncias e a dificuldade de encontrar postos de abastecimento tem uma vantagem na urbanização de Macau. Macau é uma economia essencialmente urbana e nessa economia o carro eléctrico está muito melhor equipado do que numa economia mais espalhada. Não vejo a China a poder passar para o carro eléctrico do dia para a noite, mas em Macau, em querendo, podia haver alguma obrigação de fazê-lo e isso teria um impacto imediato na qualidade do ar”.

 

José Eduardo Martins é o convidado do Rádio Macau Entrevista desta semana e também um dos oradores de uma conferência marcada para o final desta tarde na Fundação Rui Cunha, com enfoque nas questões ambientais.