Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Turismo admite criar pacotes religiosos
Quarta, 20/04/2016

Macau pode vir a criar pacotes turísticos específicos para o mercado sul-coreano. A directora dos Serviços de Turismo, Helena de Senna Fernandes, justificou esta possibilidade durante o último dia da visita da delegação de Macau à Coreia do Sul.

O turismo religioso foi um tema recorrente até porque há ligações históricas entre os dois territórios, como é o caso do Santo André Kim Taegon – o primeiro mártir católico da Coreia do Sul, que passou por Macau, durante o século 19.

“Este facto toca no coração dos sul-coreanos. Por causa disso, podemos utilizar isto como um ponto de entrada para o turismo religioso. Claro, além da religião católica, temos outras”, disse a responsável. “Eventualmente, aqui na Coreia, também têm muita reverência pelas religiões chinesas. Este pode ser outro ponto que podemos explorar neste mercado”.

A visita oficial prossegue em Busan embora parte da comitiva de setenta pessoas regresse hoje a Macau.