Em destaque

25 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,0449 patacas e 1,1156 dólares norte-americanos.

 

Macau e a Coreia do Sul querem reforçar cooperação
Terça, 19/04/2016

Alexis Tam e o vice-ministro da Cultura, dos Desportos e do Turismo da Coreia do Sul encontraram-se, hoje, em Seul. A reunião serviu para procurar novas formas de aprofundar os laços entre os dois territórios. Um aspecto em que os dois responsáveis concordam que há espaço para melhorias.

 

“O senhor vice-ministro ficou muito feliz quando abordei a questão de reforçar os laços de cooperação com a Coreia do Sul. Ele disse que também está muito interessado em colaborar connosco”, afirmou o secretário para os Assuntos Sociais e Cultura.

 

A área da língua portuguesa esteve em foco neste encontro. Alexis Tam já tinha dito que quer estudantes sul-coreanos nas universidades locais.

 

No encontro com o vice-ministro sul coreano, ficou a garantia que o Governo de Macau garante os custos dos programas de intercâmbio. “Temos de estabelecer condições. E temos condições agora, em Macau. Temos muito bons cursos e programas de estudo do português. Muitos alunos querem melhorar e aperfeiçoar a língua portuguesa. No Verão, podem tirar cursos intensivos” acrescentou Alexis Tam.

 

Questionado sobre se ficou decidido o número de bolsas, o secretário disse que “ainda não”. “Podemos pensar no futuro. É que esta é a primeira ocasião, o primeiro encontro”, adiantou. Alexis Tam convidou ainda o vice-ministro Kim Chong para visitar Macau e promover o país no território.

 

As Casas-Museu da Taipa podem vir a ser palco de uma actividade de promoção turística da Coreia do Sul. Ao nível do desporto, foi acordada a presença da equipa nacional sul-coreana na edição 2017 das regatas internacionais de barcos-dragão.