Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

AL recebe propostas de debate sobre Coloane e táxis
Sexta, 15/04/2016

Duas propostas de debate foram admitidas e vão a votos na Assembleia Legislativa. Enquanto Au Kam San quer discutir a construção de empreendimentos em altura na zona de Coloane, Mak Soi Kun e Zheng Anting pretendem debater as alterações no regulamento dos táxis, que prevêem novas penalizações para os motoristas.

 

No caso de Au Kam San, a proposta é justificado por Coloane ser o “último pulmão” de Macau.  Para o deputado da Associação novo Macau, a ameaça que existe tem origem em “interesses pessoais”.

 

Antes da entrada em vigor da Lei do Planeamento Urbanístico e a pedido do promotor do projecto residencial previsto para a zona da montanha de Coloane,  Au Kam San afirma que a Direcção Serviços de Solos, Obras Públicas e Transportes emitiu uma planta de alinhamento, em que a altura máxima permitida para os edifícios era de 100 metros. No entanto, estes empreendimentos de grande dimensão exigem um relatório de avaliação do impacto ambiental.

 

O documento, nota o deputado, demorou três anos a ser feito. Mas, antes de estar concluído, o Governo “aprovou preliminarmente” o projecto de arquitectura. Au Kam San pergunta quais foram os fundamentos para a decisão das autoridades e se foram tidos em conta diplomas antigos que regulavam a construção em Coloane.

 

Ainda sobre o relatório de impacto ambiental, Au Kam San sublinha que o Executivo se recusa a divulgar o documento. O mesmo acontece com os pareceres da Direcção dos Serviços de Protecção Ambiental. O público fica privado de informação e a recusa do Executivo mostra “insegurança”, refere o deputado.

 

Na proposta de debate subscrita por Mak Soi Kun e Zheng Anting é pedido mais diálogo sobre as alterações no regulamento dos táxis. Os dois deputados querem resolver os problemas no sector, que afectam tanto os motoristas como os clientes.