Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Cultura: Macau como ponte entre Portugal e a China
Quarta, 13/04/2016

O presidente do Instituto Cultural (IC), Guilherme Ung Vai Meng, afirma que Macau será a pnte para o reforço do intercâmbio entre a China e Portugal. Hoje foi assinado o plano de execução de intercâmbio cultural e de cooperação entre a China e a RAEM para os próximos dois anos. O objectivo é intensificar a relação cultural bilateral, mas também com Portugal.

 

Segundo Guilherme Ung Vai Meng “Macau pode ter um papel especial”. Segundo o presidente do IC, o ministro chinês sublinhou os hábitos, a língua e o conhecimento do ambiente de Macau.

 

“Macau é de certeza a melhor escolha”, referiu o presidente do IC.

 

O plano foi assinado entre o vice-ministro da cultura da China, Ding Wei, e o secretário para os Assuntos Sociais e Cultura, Alexis Tam.

 

A cerimónia decorreu na Casa do Mandarim, onde também foram distribuídas as verbas aos herdeiros representativos do Património Cultural Intangível a nível nacional.
O presidente do IC não soube adiantar valores e defende que esta “é mais uma coisa simbólica”.

 

As verbas foram entregues aos herdeiros representativos da escultura de ídolos sagrados de Macau, da música ritual taoísta de Macau e das Naamyam cantonenses.