Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Revista de Imprensa de Macau e Hong Kong (Segunda-feira)
Segunda, 11/04/2016

Mais uma manifestação de taxistas e a entrega do abaixo-assinado com mais de 6.900 assinaturas contra o projecto previsto para o Alto de Coloane são alguns dos assuntos abordados na imprensa de Macau.

 

Jornais de Macau em língua chinesa

Um acidente que envolveu um camião de transporte de produtos frescos junto às Portas do Cerco está em grande destaque na primeira página do jornal Ou Mun. Vários quilos de produtos vegetais ficaram espalhados pela via pública e obrigaram os bombeiros a fechar a circulação na via pública durante algumas horas.

 

No jornal Va Kio em manchete estão as declarações da secretária Sónia Chan que disse que o Governo respeita o direito de manifestação dos taxistas mas quando as opiniões são apresentadas de forma “racional” e “evitando actos radicais”. Sónia Chan disse também que o Governo vai ter em conta as opiniões dos taxistas antes de aprovar o novo regulamento de táxis.

 

Canal Chinês da Rádio Macau

No canal chinês da Rádio Macau, destaque para a decisão do Governo de aumentar o valor dos subsídios de alimentação para os alunos de vários anos escolares.

 

Jornais de Macau em Língua Portuguesa

“Detalhes maiores” é a manchete do jornal Hoje Macau que dá conta de quase 40 obras que foram feitas no edifício da Assembleia Legislativa à revelia do autor do projecto, Mário Duque. Na opinião do arquitecto, estas intervenções chocam com princípios do Direito de Autor uma vez que nunca foi consultado. “Águia voa para o título” é outro destaque de primeira, referência a mais uma vitória do Benfica na Liga de Elite.

 

“O sopro do coração” é a manchete do jornal Ponto Final, que dá conta do abaixo-assinado entregue pela associação “Our land, Our Plan” com quase sete mil assinaturas a pedir ao Governo para cancelar o projecto previsto para o Alto de Coloane. “Ensino do português com novo fôlego” é o outro destaque do jornal, que dá conta da conferência sobre o ensino da língua portuguesa na Universidade de Macau.

 

O Jornal Tribuna de Macau conta que “Maioria dos taxistas condena protestos”, é o que defende o presidente da Associação de Mútuo Auxílio de Condutores de Táxis, mostrando-se convencido que 90 por cento dos taxistas apoiam a revisão do regulamento. “Enfermeiros estão sob muito stress”, é o outro destaque na primeira página do jornal, uma entrevista com Mónica Cordeiro, presidente da mesa da assembleia-geral da Associação de Pessoal de Enfermagem.  

 

 

Jornais de Macau em Língua Inglesa

A manchete do jornal Business Daily é dedicada à verba de 9 milhões de dólares americanos que as Las Vegas Sands aceitou pagar à Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos para encerrar uma investigação por violação da lei anti-corrupção americana. O jornal faz também referência a mais um protesto dos taxistas contra o novo regulamento para o sector.

 

“Activistas apela à suspensão da torre em Coloane”, é a manchete do Macau Daily Times, dando conta do abaixo-assinado entregue ontem pela associação “A nossa terra, o nosso plano” ao Chefe do Executivo. A multa de nove milhões de dólares paga pela Las Vegas Sands também merece destaque na primeira.

 

“Taxistas pedem aperfeiçoamento das regras e uma fiscalização mais justa”, é o que conta o Macau Post Daily nas gordas da primeira, referência ao protesto organizado durante o dia hoje por algumas dezenas de taxistas.

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

O China Daily dá destaque ao novo enviado da China para a Síria. A nomeação de Xie Xiaoyan nesta missão diplomática é vista pelo jornal como um sinal de maior envolvimento da China nas questões diplomáticas internacionais, algo que tem vindo a ser solicitado pela comunidade internacional.

 

Os conflitos territoriais no mar do Sul da China ameaçam marcar acimeira do G7 que está a acontecer em Hiroshima. É a manchete do South China Morning Post, que também coloca em primeira página uma fotografia da selecção de Fiji de râguebi que venceu mais uma edição do Hong Kong Sevens, repetindo assim o feito do ano passado.  Fiji venceu a Nova Zelândia na final por 21-7.

 

No Standard conta-se a história de um caminhante de Hong Kong que foi atingido por um raio quando realizava uma caminhada na zona de Sai Kung na zona dos novos territóritos. O homem de 42 anos foi hospitalizado depois de ter sofrido queimaduras no pescoço e no peito. Por causa da tempestade de trovões houve ainda registo em Hong Kong de muitas pessoas presas em elevadores durante o dia de ontem.