Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

ANM sem acesso a relatório de incidente com avião em 2015
Sexta, 01/04/2016

A Autoridade de Aviação Civil recusa divulgar o relatório sobre um incidente ocorrido, em Maio de 2015, com o trem de aterragem de uma aeronave da companhia Mega Maldives, recentemente envolvida num outro problema mecânico. Numa resposta à Novo Macau, na sequência de uma conferência de imprensa em que a associação exigia a divulgação deste relatório, o organismo sublinhou que o problema foi detectado quando a aeronave estava a ser inspeccionada.

 

“A Autoridade de Aviação Civil disse-nos que, como a aeronave não estava em operação na altura em que o trem de aterragem foi afectado, não há necessidade de divulgação do relatório do incidente. Mas achamos que é não é uma boa justificação. Deveríamos ter um maior conhecimento dos registos relacionados com todas as companhias aéreas. A questão da segurança preocupa não só os residentes mas também os turistas”, apontou, à Rádio Macau, o vice-presidente da Associação Novo Macau (ANM).

 

Jason Chao mostrou-se mesmo desiludido com a resposta e volta a acusar a Autoridade de Aviação Civil de falta de transparência. “E se este incidente tivesse acontecido enquanto a aeronave estava a meio de um voo ou em operação? Pensamos que a Autoridade de Aviação Civil deve ser mais transparente em relação aos acidentes e incidentes”.  

 

Sobre o problema mecânico do último fim-de-semana, que deixou dezenas de passageiros em terra, a Autoridade de Aviação Civil continua à espera que a Mega Maldives submeta o respectivo relatório.