Em destaque

19 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.16 patacas e 1.12 dólares norte-americanos.

Revista de imprensa de Macau e Hong Kong (segunda-feira)
Segunda, 29/02/2016

A imprensa portuguesa destaca, unânime, nas manchetes a detenção do antigo Procurador da RAEM, Ho Chio Meng

 

Jornais de Macau em língua chinesa

O Ou Mun fala, em manchete, na detenção de Ho Chio Meng mas entrega destaque ao número das empresas fantasmas e ao valor de 160 milhões de patacas envolvidos no alegado esquema de corrupção.

O Va Kio também destaca com grande foto a detenção de Ho Chio Meng e, em manchete, repete declarações do Comissário Contra a Corrupção. André Cheong disse que este caso não vai afectar o sistema, mas a imagem da RAEM sai ferida.

 

Canal chinês da Rádio Macau

Ao longo da manhã, o Ou Mun Tin Toi tem estado a dar destaque ao caso do antigo Procurador da RAEM detido na passada sexta-feira.

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

O Ponto Final titula em manchete “Ho Chio Meng: a queda do delfim” a propósito da detenção do antigo Procurador da RAEM suspeito de corrupção económica. Depois em rodapé, o jornal assinala os 90 anos de Camilo Pessanha. “No encalço de Pessanha”, titula.

O Hoje Macau diz “Tudo em família” sobre a detenção de Ho Chio Meng. O jornal traz chamada na primeira para uma entrevista a Álvaro Barbosa, “A chave criativa”.

O Jornal Tribuna de Macau prefere titular em manchete “Ex-Procurador em prisão preventiva”. “Lei da concorrência é do interesse público", diz, em entrevista, o jurista Gonçalo Cabral.

 

Jornais de Macau em língua inglesa

O Business Daily afirma, na manchete, “Antigo procurador da RAEM detido por corrupção”. Noutro título, “Taxa de desemprego estável", resultados de 1,9 por cento no último trimestre do ano passado.

No Macau Daily Times, a mesma fotografia, varia a manchete – “Ho Chio Meng acusado de corrupção em esquema no Ministério Público”. 

Na mesma linha, o Macau Post Independent afirma na manchete “Ex-Procurador detido por alegada corrupção, diz o CCAC”.

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

O South China Morning Post destaca no canto da primeira página a detenção de Ho Chio Meng mas o que domina são as eleições intercalares de ontem. “Eleitores foram a votos numa eleição chave”, diz a manchete. O jornal também adianta que o Exercito Popular de Libertação está preparado para uma intervenção no mar do sul da China.

 

O China Daily antecipa a agenda das sessões da Assembleia Nacional Popular – “As esperanças para os próximos cinco anos”. Na primeira, o jornal reflecte as vozes cada vez mais favoráveis, em Pequim, à revisão da lei de combate ao branqueamento de capitais.

 

No Standard, destaca-se em manchete declarações da líder da Câmara de Comércio de Hong Kong. “Vêm aí dias difíceis”, diz Shirley Yuen.