Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

CPU aguarda projecto imobiliário junto a casamata
Quarta, 24/02/2016

O Conselho do Planeamento Urbanístico (CPU) só pode discutir o projecto habitacional junto à casamata portuguesa, em Coloane, após receber o pedido por parte do concessionário. Até ao momento, o processo não foi desencadeado.

 

“O CPU só discute as plantas de condições urbanísticas. Por acaso, não recebemos nenhum pedido sobre a emissão de uma planta de condições urbanísticas para este projecto. Não podemos pedir ao concessionário que entregue o projecto. [Essa responsabilidade] é da iniciativa do concessionário”, explicou o secretário para os Transportes e Obras Públicas, Raimundo do Rosário, à saída de uma reunião do CPU.

 

Recentemente, o promotor apresentou um novo plano que satisfez os padrões da Direcção dos Serviços de Protecção Ambiental e os critérios do Instituto Cultural. Entre as novidades estão menos 20 mil metros quadrados de área de construção, relativa a uma torre e espaços para cave, que salvaguarda a antiga fortificação de origem portuguesa.

 

A Direcção dos Serviços de Solos, Obras Públicas e Transportes aprovou o projecto. No entanto, ainda não foi emitida a licença de obra por falta de documentos.

 

A construção do empreendimento está a cargo da Win Loyal Development. Trata-se de uma empresa ligada ao dono do Hotel Fortuna e delegado de Macau à Conferência Consultiva Política do Povo Chinês, Sio Tak Hong.