Em destaque

22 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.20 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Revista de imprensa de Macau e Hong Kong (segunda-feira)
Segunda, 15/02/2016

O estado das estradas do território, a recandidatura de Pereira Coutinho à Associação de Trabalhadores da Função Pública de Macau e, em Hong Kong, ainda os distúrbios de Mong Kok – são temas para ler nos jornais desta segunda-feira.

 

Jornais de Macau em língua chinesa

 

O Ou Mun escreve hoje sobre o estado das estradas do território – há várias zonas da cidade com buracos perigosos para os condutores. Noutro texto publicado na primeira página, as irregularidades cometidas pelos taxistas durante a semana do ano novo chinês.

 

O Va Kio dá voz às declarações do deputado Ho Ion Sang, que considera que é preciso avançar rapidamente com a renovação dos bairros antigos.

 

Canal chinês da Rádio Macau

 

A Ou Mun Tin Toi tem estado esta manhã a dar conta de um acidente invulgar, que envolveu um carro de luxo que foi encontrado sem condutor no túnel da Ponte Sai Van. Referência ainda para a descida das temperaturas esta manhã.

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

 

O Jornal Tribuna de Macau cita na manchete a entrevistada da edição desta segunda-feira: Kwan Tsui Hang diz que “Governo tem medo da Lei Sindical”. No destaque fotográfico, a procissão do Senhor dos Passos: “A fé que move multidões”.

 

“Respirar saúde”, lê-se no Hoje Macau, que publica uma entrevista a Jorge Sales Marques, o novo presidente da Associação de Médicos de Língua Portuguesa. Em foco também a ATFPM: “Pereira Coutinho volta a candidatar-se”.

 

Quanto ao Ponto Final, elege para tema principal da edição o associativismo: “Coutinho, o insubstituível”. Chamada à capa para o cinema, com a informação de que o filme “Cartas da Guerra” vai estar na Rota das Letras.

 

Jornais de Macau em língua inglesa

 

O Business Daily explica nas gordas que as entradas de visitantes durante o ano novo chinês são um bom início de ano. Em destaque também a queda dos lucros da Wynn Macau e a entrevista ao director da International School.

 

Quanto ao Macau Daily Times, escreve na manchete que a “crueldade com os animais abunda”. Em grande plano, a Academia de Medicina, que “não reúne consenso total”. Nota ainda para o aumento de 4,7 por cento de entradas durante o ano novo chinês.

 

Já o Macau Post Daily ocupa grande parte da capa com a reivindicação de Pereira Coutinho, que defende que o Comissariado contra a Corrupção deve investigar os planos dos Serviços de Saúde para a construção do centro de doenças infecto-contagiosas. Noutro texto, a visita do Papa a uma das cidades mexicanas mais perigosas.

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

 

Em foco no China Daily está o apelo que Pequim fez a Washington: a China pede aos Estados Unidos que sejam cautelosos em relação à utilização de mísseis, a propósito da tensão na península coreana. Outro assunto: o Governo Central quer mais alunos estrangeiros no país – 500 mil em 2020 – mas há dificuldades que têm de ser ultrapassadas.

 

No South China Morning Post, as declarações do principal representante de Pequim na região vizinha, que considera que os responsáveis pelos distúrbios em Mong Kok “são separatistas radicais inclinados para o terrorismo”. Na fotolegenda, um casal que decidiu contrair matrimónio no Dia de São Valentim e que chamou a atenção de quem ontem passou pela zona de Admiralty.

 

Por último, o Standard, que tem como notícia principal da edição de hoje a forma como a MTR decidiu assinalar o aniversário da empresa: sorteou passes no valor total de 23 milhões de dólares de Hong Kong. Noutro texto, a instalação em Hong Kong que serviu para assinalar o Dia de São Valentim.