Em destaque

26 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.0301 patacas e 1.1139 dólares norte-americanos.

Macau é “há muito tempo” um caso perdido para Portugal
Quarta, 10/02/2016

O presidente da Fundação Oriente (FO), Carlos Monjardino, diz que Macau é “há muito tempo” um caso perdido para Portugal. Em entrevista ao jornal Público, o responsável afirma ainda que, “hoje em dia”, a instituição que só pode dar apoio cultural no território e “mais nada”.

 

O papel social da FO esgotou-se. Monjardino defende que Macau tem “mais meios” para fazer esse trabalho.

 

Sobre a Escola Portuguesa, o presidente da FO refere que “é muito válida em termos de promoção da língua portuguesa”. “Mas em termos de gestão financeira é complicado”, nota.

 

Na entrevista publicada esta quarta-feira, é Monjardino também aborda a candidatura que chegou a ponderar para a presidência da República Portuguesa. Macau podia jogar contra na corrida, reconhece, porque enquanto esteve na administração do território foi “relativamente duro” na oposição a favores aos partidos políticos portugueses.

 

Sobre as relações entre Pequim e Lisboa, o dirigente da FO sublinha que a China olha para Portugal como uma porta de entrada “barata” para a Europa. No entanto, não tem dúvidas de que o relacionamento secular entre os dois países favorece os contactos bilaterais.