Em destaque

26 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.0301 patacas e 1.1139 dólares norte-americanos.

Revista de imprensa de Macau e Hong Kong (terça-feira)
Terça, 02/02/2016

A sessão de ontem na Assembleia Legislativa, que contou com a presença do secretário para os Transportes e Obras Públicas, está em grande plano nos jornais de hoje. Em Hong Kong, olhos postos na MTR e no que vai acontecer ao financiamento para a conclusão da ligação de alta velocidade à China.

 

Jornais de Macau em língua chinesa

 

O Ou Mun ocupa a primeira página com textos sobre o debate de ontem na Assembleia Legislativa, dando destaque às respostas do secretário para os Transportes e Obras Públicas sobre as questões relacionadas com a habitação. O jornal dedica ainda parte da capa às pressões que os taxistas dizem estar a sentir.

 

O Va Kio também publica hoje declarações de Raimundo do Rosário, mas prefere citar o secretário nas questões relacionadas com a reciclagem: o governante admite que o plano de recolha selectiva de lixo falhou.

 

Canal chinês da Rádio Macau

 

A Ou Mun Tin Toi tem estado esta manhã a dar conta do pedido dos Estados Unidos à China: Washington quer saber o que aconteceu aos cinco livreiros de Hong Kong que desapareceram em circunstâncias misteriosas. Na actualidade internacional, em foco também a condenação a pena de prisão de uma cidadã britânica que se juntou ao Estado Islâmico mas que se arrependeu da decisão e regressou a casa.

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

 

O Jornal Tribuna de Macau escreve na manchete “BIR para portugueses sem mudança estratégica”. No destaque com imagem, “Alexis Tam admite elevar salários do pessoal médico”.

 

“Rumo à retoma”, lê-se no Hoje Macau, que ocupa parte significativa da primeira página com uma fotografia de Raimundo do Rosário. O secretário para os Transportes e Obras Públicas anunciou a recuperação de mais terrenos. Espaço ainda para o jogo VIP: “Manila de trunfo”.  

 

Quanto ao Ponto Final, elege para tema principal da edição os terrenos, com o título “Habitação: Ordem para construir”. Noutro destaque, a autorização de residência – “Cá em casa tudo bem”.

 

Jornais de Macau em língua inglesa

 

O Business Daily conta que há expectativas de recuperação do sector do jogo para o mês que agora começou. Noutra chamada à primeira página, o encerramento de mais duas salas VIP: o Cali Group decidiu transferir alguns recursos para as Filipinas.

 

Quanto ao Macau Daily Times, traz nas gordas os números mais recentes do jogo, explicando que diminuiu a diferença entre os mercados VIP e de massas. No destaque fotográfico está Raimundo do Rosário: “Secretário diz que o Governo tenciona recuperar mais terrenos”.

 

Já o Macau Post Daily cita o director dos Serviços de Saúde de Macau, que admitiu ontem a possibilidade de ser produzido um vídeo sobre as instalações destinadas ao isolamento e quarentena. Ainda na capa, a explicação encontrada por cientistas para o aspecto do cérebro.

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

 

Em foco no China Daily está a reestruturação do Exército Popular de Libertação, que tem agora cinco novas áreas de comando. Noutro texto, lê-se que um homem condenado por engano vai ser agora libertado, depois de ter passado 23 anos na prisão.

 

O South China Morning Post dá destaque às consequências que poderá ter um possível chumbo do financiamento da MTR para a conclusão da ligação de alta velocidade à China. O assunto está nas mãos do Conselho Legislativo. A actividade manufactureira da China também está na primeira página do matutino, com a referência de que desceu a níveis de 2012.

 

Por último, o Standard, que tem também como notícia principal da edição de hoje a MTR: os accionistas minoritários da empresa estiveram ontem reunidos e esperam conseguir avançar com o financiamento que vai permitir a conclusão de um projecto que já sofreu grandes atrasos.