Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

ARTM assinala 15 anos com planos de expansão
Quinta, 10/12/2015

Começou com um pequeno centro em Coloane e hoje tem uma mão cheia deles espalhados pelo território, com mais um agendado para abrir no próximo ano. A Associação de Reabilitação de Toxicodependentes de Macau (ARTM) assinala hoje o 15º aniversário.

 

Na hora do balanço, o fundador e presidente Augusto Nogueira mostra sentido de dever cumprido.

 

Em declarações à Rádio Macau, Augusto Nogueira conta como aquilo que começou por ser uma actividade discreta se transformou numa rede que ainda não parou de crescer: “Desde o pequeno departamento em Coloane até hoje, em que temos cinco departamentos em cinco locais diferentes. Se tudo correr bem, iremos em breve abirir um novo centro de tratamento da ARTM em Ka-Hó”.

 

Segundo Nogueira, a abertura do futuro centro está apontada para acontecer em Junho do próximo ano.

 

Mas na hora do balanço, Augusto Nogueira destaca o que é verdadeiramente “mais importante”: “É termos conseguido ajudar muito mais pessoas a resolver os seUs problemas de dependência”.

 

Olhando para a situação global de Macau em termos de droga, os números mostram que há uma descida no tráfico e também no consumo. Para Augusto Nogueira, trata-se de mais uma prova de que não é com o endurecimento das penas que se resolve o problema da droga: “Esses números da redução dão-nos uma indicação de que, na realidade, não há necessidade de alterar a lei da droga para pior. Acho que não há necessidade de mexer para endurecer”.

 

Todavia, a proposta de revisão da lei que deve chegar à Assembleia Legislativa até ao final do ano prevê o agravamento das penas para o tráfico e consumo de droga.