Em destaque

14 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.1522 patacas e 1.1278 dólares norte-americanos.

Alexis Tam defende demolição de prédios junto ao CHCSJ
Sábado, 28/11/2015

Alexis Tam voltou hoje a defender a demolição de dois prédios nas imediações do Centro Hospitalar Conde de São Januário (CHCSJ) para dar lugar ao Edifício de Doenças Infecto-Contagiosas, depois de uma avaliação do Instituto Cultural ter dado luz verde à demolição.

 

Em declarações hoje aos jornalistas, o secretário para os Assuntos Sociais e Cultura afirmou que a decisão surgiu depois de se “ponderar entre a segurança da vida da população e a protecção do património”.

 

Segundo um comunicado do Gabinete de Comunicação Social, Alexis Tam defendeu, ainda, que “é necessário construir um edifício somente para cuidar de doenças infecto-contagiosas” e que a melhor localização é num “local próximo” do hospital, “no sentido de efectuar um isolamento e tratamento eficiente com os equipamentos de excelência”.

 

Os edifícios que vão abaixo são actualmente um armazém dos Serviços de Saúde e um centro de desintoxicação do Instituto de Acção Social.

 

O governante lembrou, ainda, que, na reunião plenária ordinária do Conselho do Património Cultural, no dia 25 de Novembro, “após ponderação entre a segurança da vida da população e protecção de património, os votos dos membros foram a favor da demolição dos dois prédios”.

 

Alexis Tam afirmou também que, “com o objectivo de proteger a visão da Colina da Guia, a altura do Edifício de Doenças Infecto-Contagiosas já foi alterada e os trabalhos de arquitectura foram concluídos”.