Em destaque

18 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.20602 patacas e 1.1314 dólares norte-americanos.

LAG: Secretário chocado com rendas pagas pela Administração
Quinta, 26/11/2015

Lionel Leong manifestou-se hoje “chocado” com os valores pagos pelas rendas de vários serviços públicos, mas disse que revelar os números pode ter influências negativas no mercado. “Os serviços públicos pagam rendas muito elevadas todos os anos. Sinceramente, também sinto muito, fico um bocado chocado ao ver estes montantes avultados gastos no arrendamento”, declarou.

 

O secretário para a Economia e Finanças – na Assembleia Legislativa para o primeiro dia dos debates sectoriais da tutela das Linhas de Acção Governativa (LAG) para 2016 – respondia assim à intervenção de Chan Meng Kam. O deputado mostrou preocupação com o impacto nos cofres públicos do facto de o Governo ter vários serviços espalhados por edifícios privados.

 

Lionel Leong disse ainda que, “do ponto de vista da gestão financeira”, o Governo quer “edifícios permanentes” e não provisórios para albergar os vários serviços.

 

Kou Hoi In criticou as políticas “muito conservadoras” do secretário e o facto de, na opinião do deputado, Lionel Leong não ter dado “muita atenção às pequenas e médias empresas”, nem à “dificuldade em encontrar recursos humanos”.

 

Também Au Kam San se mostrou preocupado com os recursos humanos, tal como a deputada Kwan Tsui Hang, para quem “não basta dar subsídios” – é preciso “aumentar a competitividade”.

 

No discurso de apresentação das LAG, Lionel Leong tinha afirmado que o Governo iria estreitar a cooperação com empresas e associações, no sentido de encorajar a formação dos trabalhadores locais e, assim, “fortalecer capacidades competitivas”. Na resposta aos deputados, o secretário defendeu ainda que acabar com a burocracia é a melhor ajuda às pequenas e médias empresas. Para o secretário, também na questão da contratação dos recursos é preciso “reduzir as formalidades”.