Em destaque

19 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.16 patacas e 1.12 dólares norte-americanos.

Hospital público pagou 240 milhões ao Kiang Wu em 2014
Quinta, 19/11/2015

Em 2014, o Hospital Conde de São Januário pagou 240 milhões de patacas ao hospital Kiang Wu por adjudicação de serviços. O montante foi anunciado esta manhã, em conferência de imprensa, na qual os Serviços de Saúde também revelaram que o orçamento do hospital público para 2014 foi de 3,52 milhões de patacas, o que representou 71,7 por cento das despesas totais desse ano dos serviços liderados por Lei Chin Ion. Por agora, são estas as últimas contas anuais do hospital público que foram fechadas.

 

A subdirectora Fanny Ho explicou que as despesas indirectas incluem a adjudicação de serviços ao Kiang Wu e também o pagamento de subsídios a outras instituições. “Os montantes das nossas despesas pelos serviços adquiridos ao hospital Kiang Wu foram de 230 milhões, em 2013, e de 240 milhões, em 2014. Temos ainda algumas despesas com os serviços que comprámos ainda junto desse hospital: serviços de urgência dos nossos pacientes ou para as grávidas que dão lá luz aos seus bebés. Em relação aos subsídios, em 2013, rondaram os 350 milhões e, em 2014, ascenderam aos 420 milhões. São os subsídios que atribuímos a entidades particulares.”

 

Questionado se esse montante que tem sido pago a entidades privadas não poderia antes ser utilizado para expandir ou melhorar os serviços do hospital público e centros de saúde, Lei Chin Ion limitou-se a defender a actual parceria entre o hospital público e o Kiang Wu. O director dos Serviços de Saúde disse até que será reforçada. “Vamos, sem dúvida, continuar com essa parceria (...) esta cooperação será reforçada para se proporcionar mais serviços à população, e especialmente com os estabelecimentos de saúde sem fins lucrativos. Os vales de saúde, por exemplo, são uma forma de apoio ao desenvolvimento dos estabelecimentos de saúde no domínio privado.”

 

Quanto às contas de 2013, o Hospital Conde de São Januário pagou 230 milhões em serviços ao Kiang Wu. O orçamento total de que dispunha nesse ano era de 3,12 milhões de patacas – 73,5 por cento das despesas totais dos Serviços de Saúde.