Em destaque

18 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.20602 patacas e 1.1314 dólares norte-americanos.

CE: Economia está "estável", com reservas de 570 mil milhões
Quarta, 18/11/2015

O valor total das reservas financeiras de Macau é actualmente de 570 mil milhões de patacas, avançou o Chefe do Executivo, no debate na Assembleia Legislativa (AL) sobre as Linhas de Acção Governativa para o próximo ano. O Chefe do Executivo assegurou mais uma vez que a economia de Macau continua estável, apesar das consecutivas quedas registadas na indústria do jogo.

 

Chui Sai On afirmou que o Governo estava “há já dois anos alerta para os riscos” e, portanto, “atento ao desenvolvimento do sector”. A queda na indústria do jogo não assusta o Chefe do Executivo, que destaca o valor das poupanças da RAEM. “Nada fica para sempre num nível elevado e temos que ter planos para resolver possíveis problemas. Com o desenvolvimento económico já conseguimos acumular alguns rendimentos e com as três reservas chegamos aos 570 mil milhões de patacas. Estamos numa situação estável em termos financeiros.”

 

Na AL, o líder do Governo mostrou-se mais preocupado com os riscos da economia da região e a volatilidade das bolsas da China. Chui Sai On admite que essas “pressões”, colocam a hipótese de o Governo vir a retirar algumas das actuais aplicações financeiras “por prudência”. "Nos projectos da China também esperamos poder manter o capital com rendimentos e com possibilidade de se retirar, isto para manter a estabilidade. Temos que ter muito cuidados, porque Macau é um sistema económico pequeno”, sustentou.

 

Chui Sai On promete mais cautela na aplicação das reservas financeiras. Ainda assim, mantém os plano de aplicação de parte da reserva extraordinária. Para o efeito, o Executivo vai apresentar a respectiva proposta de lei à AL.

 

O Chefe do Executivo adianta igualmente que vai haver um aumento da fiscalização no âmbito do sector VIP e apoio para o desenvolvimento de elementos extra-jogo, no caminho para a diversificação económica. O Governo está igualmente disposto a apoiar ainda mais as Pequenas e Médias Empresas.