Em destaque

14 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.1522 patacas e 1.1278 dólares norte-americanos.

LAG 2016: Metro sem data à vista
Terça, 17/11/2015

Continua a não haver uma data – nem tão-pouco uma previsão – para a conclusão do metro ligeiro de Macau. Hoje, na Assembleia Legislativa, na apresentação das Linhas de Acção Governativa para 2016, o Chefe do Executivo explicou que está decidido em acabar com o contrato com o responsável pela construção das oficinas do metro.

 

“O Governo pretende rescindir com a maior brevidade o contrato celebrado com o empreiteiro da obra do parque de materiais da oficina do metro ligeiro e reiniciar com a brevidade possível as respectivas obras de construção”, afirmou.

 

Quanto ao andamento das obras do metro, Chui Sai On indicou que as grandes obras na Taipa deverão acabar em 2016: “No próximo ano, vão estar concluídas as obras da estrutura das 11 estações do metro ligeiro na Taipa. Vão ser reabertos gradualmente à população todos os espaços rodoviários vedados durante as obras”. O líder do Governo indicou que já foi iniciada a preparação da “extensão dos serviços do metro ligeiro até à estação da Barra, procurando iniciar o mais breve possível os respectivos trabalhos de construção”.

 

Chui Sai On explicou também que já estão em curso estudos sobre a viabilidade da linha de metro de Seac Pai Van, um traçado que se justifica com o aumento da população em Seac Pai Van e o previsível aumento do fluxo de pessoas quando estiver pronto o hospital das ilhas.

 

No que toca ao andamento do projecto na península, “o segmento sul será alterado, prevendo-se a sua conclusão no próximo ano”. O Chefe do Executivo indicou ainda que vão ser iniciados “estudos técnicos relativos ao traçado marginal do segmento norte, que liga as Portas do Cerco à Ponte da Amizade”.  

Destaque também para outro anúncio feito pelo líder do Governo: em 2016, vai ser dado início à elaboração do plano director urbanístico, uma ideia reivindicada há muito por vários sectores locais.