Em destaque

20 de Março 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.2173 patacas e 1.1350 dólares norte-americanos.

Lusa: Presidente garante que não há mudança de estratégia
Quarta, 11/11/2015

A alienação do único património que a Lusa detinha em Macau não significa uma mudança de estratégia em relação à presença no território. A garantia foi deixada à Rádio Macau pela presidente da agência de notícias de Portugal. Teresa Marques recusa a ideia de que a venda do apartamento na Meia Laranja – que rendeu 15,5 milhões de patacas – seja um sinal de desinvestimento em Macau.

 

“De forma nenhuma. A venda do apartamento em Macau tem que ver com dois aspectos. O primeiro é que a Lusa não tem na sua filosofia ter apartamentos próprios para a habitação dos seus delegados. Isso não acontece, há muito tempo, noutros locais. Agora, chegou a vez de fazer isso em Macau”, afirmou. “Por outro lado, o mercado imobiliário em Macau deu-nos a indicação de que seria altura para vender”, acrescentou Teresa Marques, salientando que a Lusa “é uma agência de notícias e, como tal, ter património nas várias delegações não faz parte da estratégia”. A responsável ressalvou que “isso não tem nada que ver com a nossa posição em Macau – a Lusa está em Macau e estará em Macau”.

 

Já em relação ao escritório da agência que, neste momento, está instalado no Consulado-Geral de Portugal, Teresa Marques diz que não existem planos para uma mudança de espaço. É, vinca a presidente da Lusa, um “não assunto”. “Neste momento, não há nenhuma alteração em relação a essa situação. Em Portugal a situação nem sempre é vista por todas as pessoas da mesma forma. Há algumas pessoas que, tal como acontece em todas as outras delegações da Lusa, acham que a agência deve estar em delegações próprias – arrendadas, mas próprias”, concede. “Mas ainda não é um assunto para nós. Neste momento, e apesar de ter também conhecimento de que há posições diversas em relação a essa matéria, as instalações da Lusa estão no Consulado e não faz parte das nossas prioridades imediatas analisar esse assunto. Não estou a dizer que não aconteça ou que vá acontecer. É o que chamo de não assunto neste momento.”

 

Quanto à equipa de Macau, foi reforçada nos últimos anos com a contratação de mais jornalistas, que asseguram o chamado serviço da madrugada da agência. Também aqui não vai haver alterações, assegurou Teresa Marques nas declarações à Rádio Macau.

 

A notícia da venda do apartamento da Lusa junto ao Lago Sai Van foi avançada pela edição de hoje do jornal Business Daily.