Em destaque

18 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.20602 patacas e 1.1314 dólares norte-americanos.

Agência Lusa vende casa e vai mudar de escritório
Quarta, 11/11/2015

A agência de notícias de Portugal vendeu a casa que detinha em Macau por 15,5 milhões de patacas, avança o Business Daily na edição de hoje. A presidente da Lusa explicou ao jornal económico que se tratou de uma decisão puramente financeira. Teresa Marques contou que a ideia de alienar o imóvel na Meia Laranja já não é de agora: o momento escolhido para a transacção teve que ver com o desenvolvimento do mercado imobiliário de Macau.

 

O apartamento 2A do edifício Villa Bella, junto ao lago Sai Van, foi comprado com a ajuda do Governo de Macau, ainda ao tempo da Administração portuguesa. A aquisição surgiu como resposta a uma preocupação do último Governador do território, que queria garantir a continuidade da presença da Lusa depois da transição.

 

O apartamento – que servia de residência para o delegado e também sede da agência – foi inaugurado em 1994. Mais tarde, passou a ser apenas residência do chefe da delegação: a redacção da Lusa foi transferida para um edifício de escritórios.

 

A presidente da Lusa utiliza a finalidade do apartamento como um dos argumentos para a venda: diz que não é política da agência de notícias oferecer acomodação aos delegados, mas sim um subsídio para o arrendamento de casa.

 

A nova delegada da Lusa em Macau, Margarida Pinto, é assim a primeira responsável pela agência nas duas últimas décadas a ter de procurar um local para viver. A mudança não é única: Teresa Marques contou ao jornal que a delegação da Lusa também vai mudar de casa. A opção vai ser arrendar um espaço na zona de escritórios de Macau, disse a presidente. Neste momento, a redacção ocupa um par de salas do edifício do Consulado-Geral de Portugal.