Em destaque

20 de Março 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.2173 patacas e 1.1350 dólares norte-americanos.

Macau e UE estreitam cooperação na formação de intérpretes
Quinta, 05/11/2015

O Governo de Macau e a Comissão Europeia celebraram hoje um memorando que visa a organização de forma contínua do Programa de Formação de Tradução e Interpretação das Línguas Chinesa e Portuguesa. O documento  foi assinado pelo Director dos Serviços de Administração e Função Pública (SAFP), Kou Peng Kuan, e pelo director-geral de Interpretação da Comissão Europeia, Carlos Alegria.

 

Um comunicado dos SAFP refere ainda que o programa tem por objectivo articular o posicionamento do desenvolvimento de “um centro, uma plataforma” com os objectivos das Linhas de Acção Governativa sobre a formação de mais quadros qualificados bilingues na área de tradução e interpretação.

 

O novo programa de aprendizagem tem uma duração de três anos e um limite máximo de 25 formandos por cada curso. A formação terá uma nova concepção, com a introdução de conteúdos de formação das capacidades de expressão escrita da língua chinesa. Já com vista a consolidar as capacidades de tradução da língua portuguesa para a língua chinesa, a Shanghai International Studies University deverá ser convidada a leccionar. À Direcção Geral de Interpretação da União Europeia caberá a formação de intérpretes de conferência.