Em destaque

21 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.21 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Parada Latina chega mais cedo e conta com menos artistas
Quinta, 05/11/2015

Este ano, o Desfile por Macau, Cidade Latina realiza-se a 6 de Dezembro e terá menos participação artística. Na apresentação do evento, a organização explicou que, desta forma, o orçamento poderá manter-se igual ao do ano passado, a rondar os 16 milhões de patacas. As autoridades decidiram ainda fazer coincidir esta edição da parada com a Maratona Internacional de Macau.

 

Durante a conferência de imprensa desta tarde, o presidente do Instituto Cultural disse que o desfile junta mais de 50 grupos, com um total de 1500 artistas, menos meia centena do que no ano passado. Quarenta colectivos são locais e os restantes chegam do exterior.

 

Regressam os franceses Plasticiens Volants com balões gigantes e do mesmo país vem também o grupo Herbert’s Dream que apresenta um espectáculo em andas. De Portugal, participam os Caretos de Podence que trazem personagens fantasmagóricas.

 

A estes juntam-se artistas latino-americanos, do México o colectivo Danza Azteca e das Caraíbas o grupo dec de Guadalupe. Participam na parada local ainda grupos da Indonésia, China e Hong Kong.

 

O Desfile por Macau, Cidade Latina, este ano com o tema Caça ao Tesouro, tem por objectivo assinalar os 16 anos da transferência da Administração. E faz também parte das actividades comemorativas do 10.º Aniversário do Centro Histórico como Património Mundial.

 

A cerimónia de abertura tem lugar pelas 16h no largo que fica ao fundo da escadaria das Ruínas. A rota mantém-se a mesma do ano passado: da Rua de S. Paulo à Praça do Tap Seac. A TDM – Teledifusão de Macau transmite em directo toda a parada. Este ano, a organização vai instalar na Praça do Tap Seac duas zonas para espectadores com lugares sentados.