Em destaque

19 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.16 patacas e 1.12 dólares norte-americanos.

ANM critica actuação das autoridades no caso Lai Man Wa
Quinta, 05/11/2015

A Associação Novo Macau (ANM) pede às autoridades do território uma investigação mais exaustiva à morte de Lai Man Wa. Numa carta aberta, que divulgou esta manhã, a associação diz existirem “elementos muito suspeitos” em torno do suicídio da directora-geral dos Serviços de Alfândega.

 

“Sentimos que é um caso muito sensível, estamos a falar da morte de uma titular de um alto cargo de uma forma pouco natural, e o Governo decidiu não prosseguir uma investigação exaustiva neste caso. Menos de quatro horas depois do incidente as autoridades já tinham uma conclusão. Toda a gente em Macau, incluindo a nossa associação, não está convencida”, afirmou o presidente da ANM, Scott Chiang, em declarações à Rádio Macau.

 

Face aos resultados da investigação preliminar, Scott Chiang questiona como serão feitas as diligências aos casos com cidadãos anónimos, quando os procedimentos são tão céleres num caso mediático. “O que estamos a tentar dizer é: se uma pessoa com um cargo tão alto não merece o empenho máximo das forças policiais e do Governo na busca da verdade, como é que os cidadãos normais podem esperar a protecção das suas vidas e justiça? Portanto, queremos que o Ministério Público e a polícia realizem investigações de todas as formas possíveis e que divulguem mais informações sobre este caso.”